Uncategorized

PT quer acabar com as Cataratas do Iguaçu?

A base de apoio de Dilma aprovou na CCJ da Câmara dos Deputados o projeto do petista Assis do Couto que prevê a abertura de uma estrada bem meio do Parque Nacional do Iguaçu, afetando as Cataratas do Iguaçu. A Unesco já ameaçou retirar o título de patrimônio da humanidade dado ao parque. A estrada não existe mais, a mata a cobriu depois de seu fechamento em 2001 O projeto petista abre precedente para a abertura de outras estradas no País, comprometendo a proteção dos parques nacionais.

24 Comentários

  1. A estrada pode sim ser reaberta. Existem meios de reabrir e proteger a floresta e fauna no local.

  2. SERGIO SILVESTRE Responder

    Vão jogar todos os ladrôes do psdb,demos pps na garganta do diabo,
    Sâo tantos que vai acabar soterrando as cataratas.
    CADA UMA.

  3. QUANDO A GENTE PENSA QUE JA VIU TUDO CHEGA UM LOUCO PARA PROVAR QUE TEMOS MUITO PARA VER AINDA, A MELHOR COISA A SE FAZER COM UM CARA DESTES É JOGAR NA GARGANTA DO DIABO

  4. PT conseguiu acabar com todas as boas Instituições e grandes Empresas, agora falta acabar com a Natureza e o AR que respiramos. ÊTA PRAGA PODRE É ESSE PT

  5. Ja acabaram com a Petrobras, pra acabar com o parque nacional eles conseguem rapidinho…

  6. Gostaria de informar aos anti Pt senhor Brasileiro,Sergio Silvestre,Meu Deus e Da Rua que com certeza nunca foram no local que será aberta a estrada do colono e também não moram nos municipios do entorno do parque que tudo oque acontece de bom no brasil tem um padrinho o PT e com certeza o ruim é dos demo tucanos.

  7. Parreiras Rodrigues Responder

    “O machado, a motosserra, a ganância, facilitam ao homem a decretação do fim do verde, e com ele, o fim da vida”, diz mais ou menos isso, um trovador gaúcho.

  8. VLemainski - Cascavel Responder

    Ninguém ama aquilo que desconhece… Até quando ficaremos esperando uma legislação sobre estradas-parques como nas nações desenvolvidas?… Homem e natureza podem conviver harmoniosamente, ou alguém duvida disso?… “Ecologistas de grife” são desnecessários em qualquer região do mundo.

  9. SÓ É CONTRA A ABERTURA DAQUELA ESTRADA, ALGUNS BESTAS QUE FICAM POR AÍ FALANDO BESTEIRA E NÃO CONHECE A REGIÃO. É NECESSÁRIO A ABERTURA DAQUELA ESTRADA E NÃO VAI ATRAPALHAR A FAUNA NEM A FLORA DE LÁ, PARABENS PELA ABERTURA.

  10. Seria de bom grado, se providenciassem a abertura de uma cova profunda e enterrassem este energúmeno que propôs a abertura da estrada do colono. Eu, antes do fechamento desta estrada, por lá transitei para conhecer a região, entretanto sou favorável para que nunca mais esta via seja aberta. É uma cicatriz numa das poucas reservas do sul do país.

  11. A estrada parque deve ser aberta, pois as Cataratas estão dentro do parque e com horários de passeio delimitados. Por que não aqui? Vai ser uma estrada padrão que irá ajudar a desenvolver o turismo ecológico em outras cidades. E no parque do lado argentino tem, por que aqui no mesmo parque não pode? Vão se preocupar com o desmatamento no norte, no Mato Grosso e com o meio ambiente ao redor de sua casa, de seu bairro, em todas as cidades…

  12. alyson padilha Responder

    Fábio, que título mais pernicioso o da sua pequena matéria. Não discute o tema, sequer explora o que se pleiteia. Lamentável o seu juízo. E o pior, peca por falta de racionalidade. A estrada em perspectiva alguma acaba com as cataratas, até porque, as nascentes principais dos rios, se estas fossem comprometidas, pois não serão, não estão no parque, mas ao longo de todo o sul paranaense, especialmente a região de Curitiba ( o rio Iguaçu, nasce em Curitiba, vale lembrar, ele que é o principal corpo hídrico que forma as Cataratas – elas estão no seu leito – ) e a região da Serra da Esperança, que após União da Vitória aumenta a vazão do rio Iguaçu. Assim sendo, a estrada não acabará com as Cataratas, como você afirmou. Nem sequer o título será comprometido, o de Patrimônio Natural da Humanidade, há muitos parques no mundo com estradas, com o próprio Iguaçu, do lado Argentino, e isso não implicou na perda do título. É melhor esclarecer, antes de julgar. Você poderia ter procurado a assessoria do parlamentar antes de falar, seria de bom tom. Espero ser publicado, por respeito ao contraditório. Porque você não publica também que a usina do baixo iguaçu está deixando um sem fim de problemas para os produtores familiares, que foram “expropriados” por um valor irrisório??? Será porque mancha a imagem do Governador, que é sempre elogiadíssimo neste espaço?

  13. Quem nasceu no mato Responder

    Você está ouvindo a história de ambientalistas de cidade grande, que jamais pisaram na terra vermelha do Parque Nacional do Iguaçu. Pior: você mesmo acha que o Parque Nacional do Iguaçu se resume às Cataratas do Iguaçu.

    O parque é imenso e a estrada-parque é uma maneira, inclusive, de fazer com que caras como você, que moram na “cidade grande” possam conhecer um pouco mais do que sobrou da Mata Atlântica neste país.

    Tire um tempo na sua agenda e leia o projeto de lei antes de falar uma bobagem dessas na rede mundial de computadores.

  14. Meu caro, presumo que não tenha nem ao menos pesquisado a respeito do projeto, o qual visa a principio incentivar a preservação da natureza e apoiar o parque. Não é simplesmente derrubar a mata que lá existe, é fazer uma nova estrada com base na que já existe (sim, a estrada ainda está lá, o que existe hoje em cima dela é somente uma gramínea), com todo um regulamento, e regras a serem compridas, dentre elas a circulação somente de carros de passeio e uma rigorosa fiscalização de pessoas e velocidade.
    Outro ponto que não vejo nexo, é o fato de como isso iria afetar as cataratas, com maior fluxo de pessoas das regões mais do sul? Pois é o único ponto de influência da estrada sobre esse patrimônio.
    A Unesco não vai tirar o título do parque, pois se fosse fazer isso, já teria feito com a criação da Rodovia das Cataratas e o grande fluxo de pessoas dentro do parque na região de Foz do Iguaçu e da Argentina, que é o mesmo parque e tem varias estradas e um aeroporto.

  15. Mané do sudoeste Responder

    Este ato é de parabenizar o DEP. ASSIS DO COUTO, cuja família conheço há mais de 20 anos. Isso é legislar. Está fazendo a sua parte.Quem fala em não reabrir é porque não conhece a história e a realidade do Sudoeste e Oeste Parananense,que nem nós conhecemos.Tem muitos ambientalistas por aí,principalmente Desembargadores que ananlisam e julgam lá de Porto Alegre,Brasília.Essa estrada tem história.Reabrindo-se,dentro das normas ambientais,nada será AGREDIDO. Perguntar não ofende. Por quê então não se fecha a Estrada das Cataratas do Iguaçú então, que também passa dentro do Parque.

  16. antonio carlos Responder

    O pestismo está certo, somos uma quase potência econômica, não precisamos da ingerência de nenhum órgão internacional para nos dizer o que fazer. E a Unesco que retire o que quiser, nunca precisamos dela mesmo.

  17. Fábio desculpa, mas quanta idiotice. Sério, você não conhece o projeto, não conhece a estrada, não conhece o povo lindeiro ao parque, não conhece a história do parque, não conhece pesquisa para escrever, não conhece mato, só conhece Curitiba e alguns amigos do Facebook. Desculpa, de novo, mas essa a conclusão que chego ao ler tanta desinformação. A Unesco nunca falou em tirar o título do parque, ela sinalizou, a muito tempo atrás, que deveria ser resolvido a questão do conflito entre a população e os órgãos ambientais. A criação da estrada parque resolve esse problema, certo? A estrada existe sim, tá lá, visível até pelas imagens de satélite da Google. Tenta procurar, talvez você se surpreenda com o tamanho do Brasil, pode ter certeza que ele é bem maior que sua capital. Por último, o projeto abre precedentes sim, mas para a regularização de tantas outras estradas parques pelo Brasil, que essas sim impactam sobre o meio ambiente, pois não são regularizadas, sem redutores de velocidade, sem restrição de horário para funcionar, sem passagem para animais, sem o barramento de caminhões e ônibus de linha e algumas até com cobertura asfáltica, que é errado. Isso tudo o projeto da estrada parque caminho do colono prevê, em lei. Então caro Fábio, procure se informar, coloque a cara pra fora da janela, ou mesmo coloque a cara no google, reveja suas fontes, e da próxima mais sorte nas suas escrituras, por que essa ficou bem ruim.

Comente