Uncategorized

Gaievski está na Veja

A revista Veja, edição impressa desta semana, destaca duas páginas ao que chama de “dupla personalidade” do ex-assessor de Gleisi Hoffmann (Casa Civil), Eduardo Gaievski – preso ontem no Paraná. “Nomeado para o cargo pela ministra Gleisi Hoffmann, da Casa Civil, sua conterrânea e companheira de partido, o petista chegou ao Palácio do Planalto com fama de administrador moderno, dono de uma biografia irretocável. Bem-sucedido como gerente de empresas multinacionais, trocou a carreira de executivo na iniciativa privada pela política. Em 2004, elegeu-se pela primeira vez prefeito de Realeza, cidade do interior do Paraná, emergindo a partir de então como promissora liderança no estado. Em Brasília, a fama se consolidou. Articulado, Gaievski foi encarregado de coordenar programas estratégicos do governo Dilma, como o de construção de creches, o de combate ao crack e o de importação de médicos – tarefas que cumpriu com afinco até a semana passada quando a Justiça decretou sua prisão preventiva após reunir vários depoimentos que o acusavam de também set um contumaz abusador de crianças e adolescentes”, relata o repórter Hugo Marques.

A revista Veja, edição impressa desta semana, destaca duas páginas ao que chama de “dupla personalidade” do ex-assessor de Gleisi Hoffmann (Casa Civil), Eduardo Gaievski – preso ontem no Paraná. “Nomeado para o cargo pela ministra Gleisi Hoffmann, da Casa Civil, sua conterrânea e companheira de partido, o petista chegou ao Palácio do Planalto com fama de administrador moderno, dono de uma biografia irretocável. Bem-sucedido como gerente de empresas multinacionais, trocou a carreira de executivo na iniciativa privada pela política. Em 2004, elegeu-se pela primeira vez prefeito de Realeza, cidade do interior do Paraná, emergindo a partir de então como promissora liderança no estado. Em Brasília, a fama se consolidou. Articulado, Gaievski foi encarregado de coordenar programas estratégicos do governo Dilma, como o de construção de creches, o de combate ao crack e o de importação de médicos – tarefas que cumpriu com afinco até a semana passada quando a Justiça decretou sua prisão preventiva após reunir vários depoimentos que o acusavam de também set um contumaz abusador de crianças e adolescentes”, relata o repórter Hugo Marques.

8 Comentários

  1. O pedófilo petista assessora da Gleisi, é apenas mais um na lista das aberrações petralhas. Ja diz o ditado: “tudo que não presta morre por si mesmo”

  2. Mechendo neste vespeiro petista,que estao encostado no governo,Voce nao terá surpresas nenhuma,ao verificar curriculum,de todos,encontrava l,milhares com problemas,ocultos pelo Partido do bem e do mal o PT.

  3. ZE DAS BOTINAS Responder

    PT O PARTIDO DA VERGONHA NACIONAL, MENSALEIROS, CORRUPTOS, ANALFABETOS, E AGORA ESTUPRADORES.

  4. E tem petista que defende ele como defende o Zé Dirceu, o Genoíno cueca, o outro pilantra envolvido na morte do prfeitio de Santo André, e por aí vai! São imorais esses petistas..

  5. Ermenegildo Zegna Responder

    Esse é o PT velho de guerra, composto só por gente fina e da melhor qualidade, vide Lula, Zé Dirceu, Gleisi…………………..

  6. E a Ministra vai dizer que com certeza ‘não sabia de nada, e é a favor de todas as averiguações’, té parece, o cara pra assumir um cargo público, não teve que apresentar uma certidão negativa criminal por acaso?

  7. Olha o tipo de gente que esta na Casa Cívil da Gleisi , acusado de pedofilia e ninguem sabia …? Isto é um ABSURDO !!!!

Comente