Uncategorized

Em Curitiba, o protesto mobilizou pouca gente

Via Gazeta do Povo

Em Curitiba, o ato “Operação 7 de Setembro – o maior protesto da história do Brasil” registrou um pequeno tumulto ainda durante a concentração, que começou às 8h30 na Praça Santos Andrade, no Centro da cidade.

O fato ocorreu por volta das 9h15, depois que a Polícia Militar chegou ao local de concentração e começou a revistar cerca de 50 participantes do movimento “black bloc”, que utilizam o rosto coberto durante os protestos.

Todos foram revistados e identificados pela polícia. Seis desses manifestantes -sendo três adultos e três menores de idade – foram encaminhados à delegacia porque, durante a revista, a polícia encontrou junto deles martelos e pilhas.

O resto dos manifestantes – cerca de 140 – tentaram impedir a ação da polícia, o que acabou gerando um pequeno tumulto, que logo se dissipou.

Trajeto

Por volta das 9h30, quando a PM já tinha deixado a praça com os detidos, o grupo começou a se organizar para seguir rumo à Avenida Cândido de Abreu, onde ocorre o tradicional desfile cívico e militar do dia.

Durante o trajeto, mais pessoas aderiram ao movimento. A estimativa é de que, por volta das 9h45, cerca de mil pessoas já participavam do ato.

Na caminhada até a Cândido de Abreu, o grupo encontra resistência da PM, que chegou a bloquear dois cruzamentos pelos quais os manifestantes passariam. Por causa das interdições, eles estão tentando chegar até o desfile por caminhos alternativos.

Às 10 horas, muitos policiais munidos de escudos bloquearam totalmente o cruzamento das ruas Inácio Lustosa com a Mateus Leme, sendo que ninguém consegue passar pelo local. Os ativistas estão parados em frente aos policiais, mas por enquanto não houve registro de confronto. Algumas pessoas do movimento tentam negociar com os PMs.

3 Comentários

  1. antonio carlos Responder

    O gigante voltou a dormir no berço esplendido, e nem os gritos irados dos manifestantes vai conseguir acordá-lo. Mas também pudera, fazer protesto em pleno sábado, no inicio de feriadão é mesmo pedir para se ferrar. Ainda bem que desta vez a PM fez o seu papel, pegou 6 marginais no meio dos manifestantes, porque mascarado para mim já não é bom sinal, e armado de pilha e martelo só pode ser coisa de marginal. Em 2014 o gigante volta a acordar, aos gritos da companheira presidanta, até lá dorme tranquilo.

  2. Este cidadão tem a cara do Fernando Cesar, isto mesmo aque que se diz afilhado do Requião e tem um site, vamos levantar o nome dele gente, quem sabe o Zezão pode nos ajudar kkk

Comente