Uncategorized

40 anos depois de Curitiba, São Paulo “inventa” a faixa exclusiva para ônibus

As faixas exclusivas de ônibus são aprovadas por quase a totalidade dos paulistanos, revela pesquisa do Ibope divulgada nesta segunda-feira, 16. Segundo o levantamento, encomendado pela Rede Nossa São Paulo, 93% dos entrevistados disseram ser a favor do sistema que existe em Curitiba há mais de 40 anos, desde a primeira gestão de Jaime Lerner como prefeito de Curitiba, no inicio dos anos 70.

A pesquisa, feita entre os dias 20 e 27 de agosto, revela ainda que 69% dos paulistanos consideram o trânsito na cidade ruim ou péssimo. Cada pessoa gasta, em média, 2 horas e 15 minutos no trânsito da capital paulista, diariamente.

Isso se reflete no número de pessoas dispostas a não usar o carro “caso haja uma boa alternativa de transporte

7 Comentários

  1. Faixa é faixa! Canaleta é canaleta!
    a gente poderia copiar dos paulistas a ideia d faixa exclusiva pra caminhões e busões. As pistas de velocidade mínima e máxima. O horário para cargas e descargas, das 10 as 12 hrs, das 15 as as 17 hrs e das 20 as 23 hrs…As trincheiras.

    E poderíamos criar o Cartão de Acesso ao Anel Central, R$ 5,00, o q daria pra tapar os buracos do centro, fazer manutenção preventiva, pintar as faixas, iluminar bem e ainda estimular o passeio compartilhado entre bikes e pedestres. Isso melhoria o comércio, aumentando a arrecadação e sem mencionar q seria recuperar o hábito saudável de caminhar e olhar vitrines, fugindo do antro de gripe A, q são os shoppings.

    qualquer coisa gritem!

  2. Mas está na hora de Curitiba reinventar a faixa de ônibus e fazer com que eles trafeguem por ruas normais e de modo exclusivo, sem competir com os veículos.
    De que adianta a via expressa para os biarticulados, se a maioria das pessoas utilizam os Ligeirinhos ( que é só no nome) que dependem de uma Avenida Iguaçu engarrafada para circular, assim como a Tibagi.
    Ou aqueles ônibus que saem da Rui Barbosa e se espremem na Westphalen com os veículos.
    Faixa livre e exclusiva para os ônibus já.

  3. Cidadão Indignado Responder

    As canaletas para o expresso continuam sendo uma excelente idéia, visto quem depende de transporte público em Curitiba e não mora perto de uma canaleta do expresso, demora mais de 1 hora do bairro ao centro. Este absurdo é fruto da inércia das gestões da Prefeitura/Urbs/Ippuc que estão paradas na década de 70. Deveriam criar de imediato canaletas exclusivas para as demais linhas de ônibus, paralelamente ao projeto do metrô que não consegue sair do papel tamanha politicagem.

  4. Nelson Edison de Moura Rosa Responder

    O grande problema no meio político executivo deste País…. Levam quarenta anos para entenderem que TUDO QUE É BOM E DA CERTO, DEVE SER COPIADO. É mais barato, já está pronto e já possui certificado de qualidade nos serviços, já existe comprovação de viabilidade econômica e qualidade na mobilidade urbana. Um dia esses imbecís aprenderão!

  5. Bem que nós poderíamos , copiar dos paulistas, os trens para transporte de passageiros.RMC/Curitiba. Nao estou falando de Metro. Trens mesmo, acima da superfície.

  6. OK OK qualquer pessoa de bom senso aprova as faixas e canaletas. O que gostaria de chamar a intenção para a isenção do instituto que fez a pesquisa. A “rede nossa são paulo” é dos companheiros, eles torturam os números até que digam o que querem. O presidente-fundador, senhor Oded é filiado e companheiro de carteirinha. Dá para confiar? Dá para divulgar? Para reflexão! @thiagohart

  7. Eu não entendi o Thiago…Mas estou entendendo claramente q tem urgência a questão da mobilidade urbana sem afetar o ambiente e as pessoas, não dá pra olhar pra carteirinha política do gestor, eu quero saber c ele tem condições de gerir?

    Outra condição é q temos q discutir c já não e hora de verificar a efetividade das canaletas, pois entendo q por ali cabe pelo menos 6 pistas,sendo 2 delas marginais, como já são e com a finalidade de atender bikers e pedestres, as outras 4 q fiquem para os veículos e ônibus. As rápidas tbm poderiam ter pistas exclusivas para ônibus, na esquerda e na direita atendo o ligeirinho e o expresso. As pistas do meio, duas, para veículos. Bem, pra fazer isso c exige investimento, alguém terá d pagar e q sejam os veículos, uma taxa correspondente ao valor da passagem. sendo uma na ida e outra no retorno, ficando isento acima deste limite d ir e vir. Este recurso arrecadado serviria pra custear a manutenção das vias, melhorias dos terminais q são verdadeiras pocilgas hj, oferecendo ali, banheiros públicos com banho a fim d atender quem vai ao trabalho de bicicleta, local para restaurantes populares e comércio local. A outra parte,1/3, poderia subsidiar a passagem do transporte coletivo, evitando com isso q o município tenha q deslocar este custo do orçamento municipal, pois afinal não e justo q o município gaste pra fazer a manutenção das vias públicas somente pra atender os usuários de veículos e q o custo disto seja rateado pra toda a população.
    O

Comente