Uncategorized

Tá tudo bem com Vivo e TIM, diz Paulo Bernardo

Uma semana depois de condenar a fusão da Telecom com a brasileira Vivo, Paulo Bernardo (Comunicações) voltou atrás e afirmou que operação é benéfica ao Brasil. Em audiência no Senado, Bernardo disse não ver problemas aos consumidores. Na semana passada, pensava diferente: disse que o grupo espanhol Telefónica não poderia ter o controle das operadoras Vivo e TIM no Brasil porque isso seria contra a legislação do país.

Por conta disso, levou uma carraspana pública da presidente Dilma que afirmou que a fala do ministro era uma opinião pessoal dele que não representava o governo. A Telefónica, dona da Vivo no Brasil, anunciou na semana passada que negocia o controle da Telecom Italia, dona da TIM no país.

5 Comentários

  1. Com as empresas, caro ministro Paulo Bernardo, está mesmo tudo bem, ainda mais faturando do jeito que faturam, como pode estar ruim, não é mesmo? Mas para o usuário a coisa está indo de mal a pior e o senhor não faz nada, por que será? O Requião já diria algo sobre o assunto, mas prefiro acreditar que aquele velho louco estava errado a seu respeito.

  2. A pergunta que não quer calar; Quanto$$$$ a vivo pagou pra que a ANTA tenha opinião favorável à união das companhias?

  3. Engraçado! Vou no shopping, sinal cada vez pior, não tem sinal de fulana, ciclana! Agora a outra compra outra, ministro é contra, toma um sabãozinho de leve e muda de tom! Esse é meu país! Poxa, que coisa né? E os serviços de mal a pior, como dizia meu amigo tiririca, pior não pode ficar! Então, conseguem piorar mais do que já tá, é rede de fibras instalada, operadora fala que não tem, desligam na cara da gente! è pessoal, ano que vem, vou fazer um tour bacana em outra cidade, vou votar pra ninguem mesmo! ue vergonha

  4. marilda ribeiro Responder

    E A LEI???? ONDE FICA A LEGISLAÇÃO BRASILEIRA???E O CADE????
    isso para a quadrilhapetista é apenas detalhe, letra morta quando fazem
    negócios…

Comente