Uncategorized

Não vaiem o Paulo Bernardo, pede Dilma
em Campo Mourão

7 Comentários

  1. Sidnei de Souza Jardim Responder

    Campo Mourão acaba de cair no “Conto da Presidenta”. A Presidente Dilma e a Prefeita Regina Dubay anunciaram, e convidaram a população, para ir ao Parque de Exposições pois a Presidente iria entregar de 179 máquinas e caminhões; assinar ordens de serviço para pavimentação da BR-158, entre Campo Mourão e Palmital; assinar ordem de serviço de 20 quilômetros da BR-487 (Estrada Boiadeira); inaugurar parte da Boiadeira e assinar contrato para construir 824 casas em Campo Mourão. As autoridades acreditaram, o povo foi ao Parque e foram enganados, caíram no “conto da presidenta”. A única coisa que aconteceu foi a entrega de máquinas e caminhões e Campo Mourão não recebeu nenhum, zero, nada. As ordens de serviço não foram assinadas e nós continuamos sem boiadeira e rodovia até Palmital. Não houve inauguração de trecho da Boiadeira, o que significa que não está pronto. Sobre estas duas rodovias a Presidente se limitou em dizer, no seu discurso, que tais obras tem seu apoio, mas nós precisamos é de dinheiro e não de apoio. As casas para Campo Mourão não foram assinadas e o povo continua sem casa. Fomos enganados. Campo Mourão já recebeu outros Presidentes da República, mas foi a primeira vez que caiu em um conto Presidencial. Vou fiscalizar para saber quanto nos custou este conto, a população de Campo Mourão não pode pagar por isto. A cidade recebeu uma Presidente da República, teve seus gastos e não ganhou nada com isto, ao contrário foi enganada. Triste, lamentável…revoltante!!!

  2. É REALMENTE RIDICULO VER UMA PRESINTE EM UM PRONUNCIAMENTO FAZER UM PEDIDO DESTE.
    E O QUE DIZER DO PT QUE SEMPRE APOIOU OS GREVISTA, TER HOJE UM MINISTRO QUE PEDE PRA CORTAR O SALÁRIO DOS FALTOSOS DE UMA GREVE??????????

    PIADA

  3. Esse cachorro morto é o mentor intelectual das práticas de desrespeito aos trabalhadores dos correios.
    Esses petistas em cargos no governo e nas estatais se protegem mutuamente tocando o TERROR NOS TRABALHADORES.
    PT, BAH…NUNCA MAIS!

Comente