Uncategorized

Dia do Professor terá protesto em 15 cidades

De Laura Maia, O Estado de S. Paulo:

O Dia do Professor deve ser marcado nesta terça-feira, 15, por protestos em ao menos 15 cidades brasileiras. Organizados pelas redes sociais, os atos pela educação têm diferentes pautas, mas todos citam a necessidade de melhorias no ensino público e o apoio aos professores do Rio, que estão em greve desde o dia 8 de agosto.

Mais de cem mil pessoas confirmaram pela internet a presença nas ruas do Rio, Macaé, São Paulo, Brasília, Goiânia, Belo Horizonte, Juiz de Fora, Curitiba, Londrina, Cascavel, Salvador, Recife, Fortaleza, João Pessoa e São Luís.

Na capital fluminense, a manifestação intitulada “Um milhão pela Educação” tinha mais de 89 mil pessoas confirmadas no Facebook. O ato, organizado pelo Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do Rio de Janeiro (Sepe), está marcado para às 17 horas, na Candelária, centro da cidade.

Equipes do Ministério Público Estadual irão acompanhar o ato e registrar o comportamento de manifestantes e policiais militares. Segundo a Polícia Militar, o policiamento será reforçado na região.

Em São Paulo, a manifestação está marcada para às 18 horas, no Largo da Batata, zona oeste da cidade. Entre as pautas do protesto estão o reajuste salarial para os professores da rede estadual e eleições diretas para a escolha do reitor da Universidade de São Paulo.

Os alunos da USP pretendem caminhar até o Palácio dos Bandeirantes, no Morumbi, onde esperam ser recebidos pelo governador Geraldo Alckmin para debater as reivindicações do movimento. A Reitoria está ocupada desde 1.º de outubro. Na Unicamp, que também pretende participar do encontro, a ocupação teve início no dia 3. / COLABORARAM MARINA AZAREDO e MEL BLEIL GALLO, ESPECIAL PARA O ESTADO

3 Comentários

  1. OS PROFESSORES ESTAO CERTO ….PORQUE O MENSALAO NAO…. ESQUEÇERAM…. OU ELES GOSTARAM DO RESULTADO…..

  2. Paraná paga ao Professor acima da média, o que ainda é pouco mas paga, conforme demonstra reportagem no Estadão , já os estados governados pelo PT são os que menos pagam o professor o que mostra que o PT é contra a Educação

  3. É bom mesmo que os nobres do ministério público tirem suas gloriosas partes utilizadas para esquentar cadeira e partam a campo para registrar de toda a sorte os atos praticados por aqueles que, através do anonimato, praticam vandalismo. Cabe lembrar aos Doutores para que tenham cuidado com aquilo que registram, pois ao filmarem um pobre coitado, geralmente adolescente, estudante, de rosto coberto, exercendo seu direito constitucional de badernar e promover quebra quebra, como autoridade, tem o dever legal de dar voz de prisão e conduzi-lo a presença da autoridade judiciária para o respectivo termo circunstanciado de infração penal, sob pena de OMISSÃO. O problema nobres doutores é vocês conseguirem tirar o sujeito do meio da massa sem apanhar ou terem suas preciosas câmeras roubadas a baixo de safanão. É louvável a atitude de se colocarem na linha de frente, sob pedradas, coquetéis molotov, bombas caseiras e sentirem na pele tudo que a polícia tem que suportar, até o ponto de reagirem frente as agressões. Só tomem cuidado para não perderem a cabeça, nem o cargo, ou quem sabe a vida.

Comente