Uncategorized

Plenário da Câmara permanece ocupado

Desde às 9 horas desta quarta-feira (16), os vereadores de Curitiba estão reunidos na presidência da Câmara Municipal, debatendo as reivindicações apresentadas pelos membros da Frente de Luta Pelo Transporte Coletivo. O movimento social ocupa o plenário do Legislativo desde ontem à tarde, quando 44 pessoas se recusaram a deixar o prédio após o término da reunião da CPI do Transporte Coletivo. Durante a noite eles receberam mantimentos, trazidos por familiares e amigos.

Hoje pela manhã, 34 manifestantes permaneciam no plenário e oito estão acampados em frente ao estacionamento do Legislativo. Eles deram entrevistas à imprensa insistindo na redução da tarifa para R$2,25, como foi sugerido pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), e R$1,00 aos domingos. Também querem um projeto de lei para aplicação do passe livre para estudantes e desempregados. “Nós sugerimos que o projeto seja apresentado à Comissão de Participação Legislativa, para que possa tramitar normalmente na Câmara Municipal”, afirmou Paulo Salamuni (PV), presidente da Casa, em entrevista à imprensa. O vereador disse que levará o pleito deles ao prefeito Gustavo Fruet.

O presidente do Legislativo confirmou que, quando a ocupação foi anunciada, os manifestantes se comprometeram a permanecer apenas 24 horas no prédio. Cerca de 50 membros da Guarda Municipal estão no local e arredores da Casa, para evitar nova depredação do patrimônio público. Por volta das 22h30 de ontem, cinco pessoas foram vistas pichando a lateral do prédio da instituição. Eles foram abordados pela Guarda Municipal, três fugiram e dois foram apreendidos e levados para a Delegacia do Meio Ambiente (Angélica, 24 anos, e Guilherme, 32 anos, que foram liberados hoje pela manhã e responderão pelo ato de vandalismo. Os sobrenomes não foram divulgados).

Fora a pichação, que os membros da Frente de Luta Pelo Transporte Coletivo negam ter sido incentivada pelo movimento, nenhum outro incidente foi registrado. O Inspetor Carlos Frederico, diretor da Guarda Municipal, esteve pessoalmente na Câmara de Curitiba hoje pela manhã e confirmou o caráter “pacífico e ordeiro” do movimento. “Esperamos que eles cumpram o combinado e deixem o prédio dentro do prazo”, disse Frederico.

2 Comentários

  1. Caça ao Fruet Responder

    Começa hoje a caça ao prefeito Fruet, um grupo ja esta na camara de curitiba, outros grupo vai se instalar em frente aprefeitura de Curitiba, outro grupo vai na casa do Fruet ficar ne frente, outro Grupo vai hoje n Jantar procurar o Fruet LEMBRANDO A – JANTAR PEDETISTA – 33 ANOS DE SUA FUNDAÇÃO
    CHURRASCARIA ANDALUZ
    HOJE – 16/10/2013
    HORÁRIO: 19H
    RUA MARTIN AFONSO, 700 – ESQUINA COM A BRIGADEIRO FRANCO (PÇA 29 DE MARÇO)
    POR ADESÃO: 28,00
    ESPERAMOS VOCÊ!

    Procura=se o prefeito de Curitiba para resolver os problemas de Curitiba.

  2. antonio carlos Responder

    Os nossos edis perderam ótima oportunidade de conhecer o pensamento do eleitor curitibanos; aposto que a maioria deles não anda de ônibus, pertence as classes, pelo menos B e C, e em sua maioria são universitários. Mas isto é o que eu acho, e o que os vereadores poderiam ter conferido. Contudo, morrendo de medo trataram de se refugiar em seus gabinetes, longe e ao abrigo dos manifestantes.

Comente