Uncategorized

Dilma lembra Figueiredo e convoca Exército para garantir leilão de Libra

No dia 18 de abril de 1984, o então presidente João Baptista Figueiredo decretou as medidas de emergência no Distrito Federal e em mais dez cidades. O general Newton Cruz era executor das medidas que incluíam a detenção de manifestantes, suspensão da liberdade de reunião e associação, além de intervenção em sindicatos e outras entidades de classe. Tudo porque o governo era contra a emenda Dante Oliveira – a das Diretas Já.

O dia anterior ao da votação da emenda foi muito tenso em Brasília, houve manifestações e Newton Cruz pôs as tropas na rua para reprimi-las.

Corte para o dia 16 de outubro de 2013. Passados 29 anos, a presidente Dilma convocou o Exército para garantir a realização do primeiro leilão do pré-sal, do campo de Libra, na bacia de Santos, na próxima segunda-feira, 21. A partir de domingo (20), a Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro, onde ocorrerá o leilão, terá a segurança controlada por militares. Não há previsão de que Dilma participe do leilão de Libra, por temor às manifestações.

A mobilização contará com 1.100 homens do Exército, das polícias Federal, Rodoviária Federal, da Força Nacional, além de agentes das polícias Civil e Militar do Rio. O efetivo ainda pode aumentar. Será publicado no “Diário Oficial” da União o decreto presidencial convocando a chamada Garantia da Lei e da Ordem)dando ao Exército, naquela região, o poder de polícia.

9 Comentários

  1. . O medo que reina em BSB é Diuma convocar Gen Newton Cruz, montado em seu cavalo e, declarar guerra aos EUA, POR CAUSA DAS ESCUTAS telefônicas.

    . Eu sou a presidENTA, sai da frENTA que atrás vem gENTA .

    . esse é o nosso País, gentiii !!!

    .

  2. Meu Deus do Céu. Não pode ser verdade. Será que de guerrilheira passou a ser DITADORA de um regime que está caindo aos pedaços pela inapetência e por corrupção em quase todos os Ministérios. A Presidente deve estar fora de suas faculdades mentais e racionais ao convocar o Exército para servir como reforço policial. Como as coisas mudam. O País está clamando por reformas em todos os sentidos, e cada vez mais o governo demonstra retrocesso em suas políticas públicas. Governo que não tem pulso, firmeza e domínio para apresentar segurança, tem que usar de meios não condizentes com o estado de direito e os comezinhos princípios de democracia. Isso é um absurdo colocar tropas do exército para garantir um LEILÃO. Quem te viu, Dilma, e quem te vê, nem parece ser a mesma pessoa.

  3. Bons tempos em que as forças armadas eram respeitadas pelo povo brasileiro, apesar de estarmos em outros tempos, infelizmente bandidos se misturam a manifestantes e acabam comprometendo o direito a reclamar pelos nossos direitos de cidadãos. O que não podemos tolerar são pessoas que se aproveitam do momento importante que passa nossa nação e coloca seus instintos primitivos depredando bens públicos e privados. Considero correta a atitude da presidente Dilma em manter a ordem e a soberania da nação.

  4. SE NÃO PUBLICAR CONFIRMO A TENDENCIA DESTE BLOG.
    É triste a comparação de um governo totalitário com o governo mais democrático que já houve nesta pátria.
    O Figueiredo convocou o exército pra pressionar e atemorizar a população e os parlamentares.
    A Dilma está apenas dando garantias de que os vândalos (que todos os dias em todas a capitais fazem arruaças) não façam manifestações violentas e quebra-quebra.
    Como diria o FHC assim não dá! assim não vale Campana! Vc extrapolou a comparação

  5. Isso é um absurdo…se já não bastasse o entreguismo deslavado, bancá-lo a custa de repressão militar as custas dos contribuintes é pra acabar!

  6. REMEMBER
    Esta foto me fez lembrar anos 80, quando os brucutus (tanques) do exercito ocuparam Itaipu, pra impedir a greve dos seus funcionários.

  7. A Dilma critica as forças armadas, mas esta sempre de mãos dadas com os milicos. Quem entende isso?

  8. IGUAL FIGUEIREDO NÃO !!!???
    IGUAL O PRESIDENTE CACOLEIRO
    PARA TOMAR PROPRIEDADES DA PETROBRÁS
    ASSIM, COISA DE MODOS MAIS MODERNOS

  9. antonio carlos Responder

    Que te viu e quem te vê. Olha aí o viés autoritário da companheira presidanta aparecendo. E o que a CUT e as demais centrais sindicais vão fazer? Ficarem quietinhas e de bocas bem fechadas? E os manifestantes de junho vão aparecer para “tocar fogo no circo”, ou desta vez vão ficar em casa e ver tudo pela TV?

Comente