Uncategorized

Menina de 13 anos volta para casa de táxi no Jardim Social e não dá explicações para família

Da Banda B:

A menina Vitória Tissott, de 13 anos, voltou para casa de táxi no bairro Jardim Social, em Curitiba, na tarde desta quarta-feira (23). A adolescente estava desaparecida desde a última sexta (23) e familiares suspeitavam que ela teria ido atrás de um namorado virtual, morador de Colombo, na região metropolitana da capital.

A informação é de que Vitória não deu nenhuma explicação sobre o que teria acontecido. A família avisou a polícia que a menina havia voltado para casa, mas ela não quis conversar sobre o caso.

O desaparecimento

O irmão da garota, Ricardo Tissot, contou à Banda B que ela foi vista pela última vez em frente a Escola Estadual Nossa Senhora de Salete. “Ela estuda lá e pegou ônibus para ir embora, mas não apareceu mais. Tentamos contato por telefone, mas está tudo desligado. A Polícia Civil já está ciente e nos ajudando a encontrá-la”, disse.

Ricardo comentou que a família já tem um suspeito. “Por conversas no facebook, descobrimos um namorado que nunca havíamos visto. São momentos de aflição, mas esperamos que tudo seja resolvido da melhor forma”, descreveu.

4 Comentários

  1. O Estatuto da Crianças e do Adolescente – ECA é que permite isso tudo….amplia limites, propõe a desordem familiar e por aí vai. A criança/adolescente faz o que quer, quando quer e se os pais falarem um pouco mais alto…..são presos.

  2. esse tipo de ato se resolve com uma dura bem dada. Aonde se viu, menina desta idade quem fazer xixi direito deve saber fazer se recusar a dar explicações. bater nao resolve, mas nao fazer nada menos ainda. Dura nela, pais. Ou comerão frutos amargos muito breve, imagina ela com 18.

Comente