Uncategorized

A carteirada

Do Ilimar Franco:

Durante almoço ontem no Palácio da Alvorada, o governo e a política não foram os únicos pratos saboreados pelo ex-presidente Lula e pela presidente Dilma. Conversa vai, conversa vem, e Lula pediu maior agilidade para que fosse aprovada a autorização para funcionamento da TV do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo, entidade que presidiu durante a ditadura militar. Na hora, Dilma pegou o telefone e ligou para o ministro Paulo Bernardo (Comunicações). Perguntou. Ouviu a resposta. Desligou o telefone. E informou ao seu antecessor que estava tudo encaminhado e que era apenas uma questão de dias a aprovação da criação da nova emissora.

4 Comentários

  1. MAIS UM INSTRUMENTO DE LAVAGEM CEREBRAL DA OTARIADA,PROJETOS DE INTERESSE DAS PESSOAS DE BEM,NEM PENSAR.

  2. MAIS UM INSTRUMENTO DE LAVAGEM CEREBRAL DA MASSA OTÁRIA,PROJETOS PARA BENEFICIAR AS PESSOAS DE BEM,NEM PENSAR.

  3. Com certeza o nosso companheiro vai ser o tartufo na nova rede, e assim caminha o nosso Brasil.

  4. Parreiras Rodrigues Responder

    Um Maggi matogrossense, rei da soja, pediu rodovia para escoar produção que beneficia o grupo. Fica pronta antes que ele pisque um zóio.

Comente