Uncategorized

Marino Kutianski é o novo prefeito de Inácio Martins com 44% dos votos

Do G1 PR, em Ponta Grossa:

Marino Kutianski (PSDB) e Nelso de Andrade Junior (PPS) foram eleitos como novos prefeito e vice-prefeito de Inácio Martins, na região central do Paraná, com 44,04% dos votos. No domingo (3), os 8.041 eleitores tiveram de voltar às urnas para uma eleição suplementar, já que o prefeito e o vice eleitos em 2012, Lauri Setrinski (PSDB) e Douglas Ricardo Pasqualin (DEM) foram cassados pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PR), em fevereiro, por irregularidades nas contas eleitorais da campanha.

Desde fevereiro, o presidente da Câmara de Vereadores do município, Valdir Cabral (PDT), assume o cargo. Na nova eleição, os moradores puderam escolher entre os candidatos Marino e Nelso; Alvaro Silvino Pasqualin (DEM) e Jerson Toledo (DEM); Valdir Cabral da Silva (PDT) e o vice, Cezar Mauricio Cavassin (PDT).

De acordo com a chefe do cartório eleitoral da região, Daisy de Oliveira, o resultado da eleição suplementar saiu por volta das 21h30. Marino e Nelso foram eleitos com 2.854 votos. Em segundo lugar, ficaram os candidatos Valdir e Cezar com 2.023 votos (31,21%). Alvaro e Jerson receberam 1.604 votos (24,75%), permanecendo em terceiro lugar.

Denúncia
Segundo Daisy, o Ministério Público deve investigar uma denúncia recebida pela Justiça Eleitoral, no domingo. Dois postos de combustíveis foram fechados por possível compra de votos. “Nós recebemos a denúncia de que as pessoas estavam indo abastecer os carros com um vale assinado por uma pessoa. Chamamos a polícia, que registrou um boletim de ocorrência, e fechamos os postos por precaução”, explica.

Segunda ela, ainda não é possível saber de qual candidato partiram os vales combustíveis usados por eleitores. “Ninguém foi pego em flagrante, mas existem testemunhas e os vales para comprovação”, revela. Daisy afirma que ninguém foi preso.

Outras eleições
Além de Inácio Martins, eleitores de outras cinco cidades do Brasil voltaram às urnas no domingo para eleger o novo prefeito. Ao todo, cerca de 53,2 mil eleitores participaram das novas eleições municipais. Em Santa Inês, no norte do Paraná, Marcel Andre Regovichi (PSD) e Victor Hugo Saraiva Carvalho Silva foram eleitos com 912 votos (59,34%).

Em Maximiliano de Almeida, no Rio Grande do Sul, Lenir Moterle Bessegato (PP) e o vice Celso Baldissera obtiveram 2.088 votos (55,08%). Em Dom Feliciano, também no Rio Grande do Sul, o prefeito e o vice eleitos no domingo, com 4.616 votos (52,65%), foram Dalvi Soares de Freitas (PSB) e Zeno Adolfo Rutikoski. Em Água Preta, Pernambuco, Armando Almeida Souto (PDT) e Thiago José Alves Barreto são os novos prefeito e vice-prefeito com 8.455 votos (51,62%). E em Palestina do Pará, no Pará, Valciney Ferreira Gomes (PMDB) é o novo prefeito junto com o vice, Berlandio Soares da Silva, após receberem 2.542 votos (53,96%).

Em nota, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou que, neste ano, já houve eleições suplementares em 59 cidades de 19 estados. A maior parte desses municípios está em São Paulo, onde ocorreram 11 eleições. A corte informou que novas eleições ainda podem ser convocadas pela Justiça Eleitoral.

Comente