Uncategorized

PSDB mineiro entra com representação contra Dilma por propaganda enganosa

O PSDB de Minas Gerais protocolou ontem (06), junto à Procuradoria da República, em Minas Gerais, representação contra a presidente Dilma Rousseff e a ministra chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, Helena Chagas.

A representação solicita instauração de inquérito civil ou ação civil pública para proteção do Patrimônio Público e Social em razão das campanhas publicitárias do governo federal veiculadas em rádios, jornais e TVs com recursos públicos.

A milionária campanha mostra, como se fossem do governo federal, obras realizadas em Minas Gerais pelo governo do Estado e a Prefeitura de Belo Horizonte.

2 Comentários

  1. Parreiras Rodrigues Responder

    Alguém precisa explicar pro mutuário da casa dele lá, que o dinheiro usado pela Caixa para financiar a sua aquisição, vem do FAT, um fundo formado por impostos que o governo arranca do lombo dele mesmo. As condições sim, são facilitadas.
    Ele deveria ser grato sim, ao município, que entra com a parte mais pesada do negócio, que é o terreno, a sua preparação, a obrigação de construir creches, depois etéque, etéque…

Comente