Uncategorized

São Francisco permitiria?

Com a justificativa de construir uma nova igreja na Paróquia São Francisco de Assis, no Xaxim, uma árvore centenária (aroeira, que faz parte da mata nativa da região) foi derrubada por máquina, destino que também será dado para mais algumas arvores, que fazem parte do bosque preservado da igreja.

Moradora do bairro interpelou o pároco e os funcionários da empresa sobre a autorização para a derrubada das árvores. Nada. Tudo corre por ordem do padre.

15 Comentários

  1. Quantas arvores são plantadas… novos parques criados a cidade cresce de forma equilibrada no binômio política urbana e desenvolvimento. O meio ambiente está tentando transformar curitiba numa cidade naturalista. O equilibrio se faz através do bom senso e principalmente do conjunto de ações entre todas as secretarias envolvidas, urbanismo, planejamento, obras públicas etc, enquanto que a questão ambiental deveria estar distribuida dentro de cada secretaria e não isolada, da forma que é hoje, concentrando ações somente para sí. Uma empreiteira da prefeitura estava parada recebendo diarias e sem ter o que fazer. (27/11/2013) na rua leonardo krasinski, olhando para uma enorme erosão no rio estribo ahú.
    Falta gerenciamento e um prefeito mais competente. Que saudade do Luciano

  2. BOSQUE DESTRUIDO. PODE? Responder

    Já havia divulgado um fato para mim sem explicação, até hoje.
    Pertinho da Prefeitura e Palacios de Governo, NA FRENTE DO NÚMERO 950, da Rua Mateus Leme. Um casarão antigo com um bosque ao lado e nos fundos foram abaixo e hoje ergue-se ali uma bela obra.
    Quem explica os alvarás ???
    .
    Clovis Pena

  3. Que absurdo!!!! Eu frequento essa igreja desde a minha infancia e o bosque sempre foi um diferencial do lugar. Sem contar em toda a energia que emana dali…Vamos combinar…a paróquia é grande o suficiente e não precisaria destruir o bosque para construção de uma nova, basta reformar a antiga!!!

  4. Professor Antonio Neves Responder

    Olá, boa tarde! Que vergonha!! O Papa Francisco, que é defensor da natureza, certamente não permitiria isso, além do mais, a Legislação ambiental vigente não permite essa prática, enfim, é necessário Denunciar ou oferecer denúncia aos órgãos competentes como por exemplo o Ministério Público, IAP, Delegacia de Proteção de Meio Ambiente( Fica na Erasto Gaertner, bacacheri, entre outras, o Fundamento legal Consticional está no capu do art. 225( onde diz: ” (…) incumbe ao Poder Público e a COLETIVIDADE o Dever de defender e proteger o meio ambiente(…)”, a Lei 9.605/98 de que trata dos Crimes contra o meio ambiente, deve-se denunciar para dar exemplo. Grato!

  5. MENSALEIRO JUNIOR Responder

    esses padres acham que podem tudo. se eu quiser derrubar uma árvore que esteja colocando em risco minha casa, não vou conseguir autorização. cadê o IAP e a secretaria do meio ambiente para autuar e multar esse padre se ele não tiver autorização para o corte.

  6. justino bonifacio martins Responder

    Pelo que sei a aroeira não é uma espécie em extinção; o único detalhe dessa aroeira é a sua idade, nada mais.

  7. antonio carlos Responder

    Se as árvores foram derrubadas conforme as exigências legais, aonde está o erro? Agora eu preciso manter as árvores no meu terreno só para satisfazer o gosto da minha vizinha? Tenha dó, um pouco de bom senso nunca fez mal a ninguém.

  8. Fernando Francisco Fontana Responder

    Isso é uma VERGONHA. Quem é esse padre ? Acho que ele não comunga dos ensinamentos do Papa Francisco :” A igreja deve abandonar as ostentações e o materialismo “. Deveria o padre saber que São Francisco de Assis é tido como o defensor e protetor dos animais e meio ambiente. Isso é uma BARBARIDADE. Cade o Ministério Público do Meio Ambiente ? Vamos esperar pra ver.

  9. Nossa ! Que absurdo será que a Secretaria do Meio Ambiente Municipal deu o Alvará para a derrubada da AROEIRA CENTENÁRIA? O IAP já foi acionado? Ministério Público?
    Ou, será diferente por se tratar de um Bosque no Pátio da Paróquia? Mas, se não me engano quem tirou o Alvará para Construção da Nova Paróquia, inclusive saiu em fotos e o Pároco comentou em Missa foi o Edil do Bairro, querem conferir , é só entrar no Facebook do mesmo. Tô certa ou Errada.

  10. É Geovana, São Francisco é defensor dos animais e da natureza. E Antonio Carlos, o texto diz, que não existe alvará, então falta bom sendo do tal padre. Cadê a fiscalização da PMC e do Ministério Público?

Comente