Uncategorized

MEC elimina 1.522 candidatos do Enem por tentativa de fraude

Do G1, em São Paulo:

Um grupo de 1.522 candidatos foi eliminado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2013 por tentativa de fraude. A informação foi divulgada pelo ministro da Educação, Aloizio Mercadante, nesta sexta-feira (20), durante a participação em evento na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), em São Paulo.

Segundo o ministro, das 1.522 pessoas, 396 são de Minas Gerais, e quatro da cidade de Barbacena. Na quinta-feira (19), a Polícia Civil de Minas Gerais divulgou que uma quadrilha presa no início de dezembro por suspeita de venda de vagas em cursos de medicina em Minas Gerais e no Rio de Janeiro também é investigada por fraude no Enem. Segundo a polícia, a fraude teria ocorrido na cidade de Barbacena.

“Até o momento a polícia não encaminhou ao MEC nenhum nome de eventuais envolvidos. Se há indícios queremos apurar com todo o rigor, mas não recebemos nenhum nome para confirmar se foi participante, em qual escola, até para fazer os cruzamentos em relação ao resultado da prova”, diz Mercadante. O ministro afirma, ainda, que confia no trabalho da Polícia Federal que deve concluir o processo.

De acordo com as investigações, o suspeito de ser o chefe da organização criminosa teria pagado R$ 10 mil a um fiscal da prova em Barbacena, que vazou os cadernos de cor amarela para um integrante da quadrilha nos dias do exame. As questões teriam sido respondidas e passadas por ponto eletrônico e mensagem de celular a candidatos participantes da fraude. Segundo a Polícia Civil, o fiscal ainda não foi identificado.

Comente