Uncategorized

Dirceu: ‘As condições carcerárias são razoáveis’

Do Josias de Souza:

A equipe que mantém o blog de José Dirceu no ar veiculou texto atribuído ao presidiário petista. Trata-se de resposta à mensagem que uma amiga de Dirceu lhe enviou por meio dos advogados. “Apesar da ilegalidade da prisão e do regime fechado, as condições carcerárias são razoáveis”, anotou o preso, antes de enumerar as facilidades disponíveis na penitenciária da Papuda. “Temos biblioteca e banho de sol, como todos os internos, inclusive acesso a uma cantina.”

Preso há 37 dias, Dirceu ajusta-se ao que chama de “rotina para o tempo passar: lendo, estudando e trabalhando. Fazendo muita ginástica e planos. O estudo e o trabalho contam como remição de pena.” Na contramão do noticiário sobre ameaça de rebelião no presídio, Dirceu fala de harmonia. “O ambiente entre nós é bom.” Disponível aqui, o texto atribuído a Dirceu vai reproduzido abaixo:

“Já na rotina para o tempo passar, lendo, estudando e trabalhando. Fazendo muita ginástica e planos. O estudo e o trabalho contam como remição de pena. O ambiente entre nós é bom e apesar da ilegalidade da prisão e do regime fechado, as condições carcerárias são razoáveis.

Temos biblioteca e banho de sol, como todos os internos, inclusive acesso a uma cantina. Apesar da saudade, da indignação, continuo daquele meu jeito que você também conhece.”

6 Comentários

  1. Doutor Prolegômeno Responder

    Ah, que meigo!!! Condições razoáveis para vagabundos. Ele está trabalhando? No que? Talvez como Lex Luthor, esteja planejando mais crimes? Nunca trabalhou na vida. Essa é boa.

  2. Moisés Fróes Responder

    Perigosa, muito perigosa essa idéia do Zé Ladrão Preso Dirceu, de estar fazendo ‘planos’.

  3. A Sociedade Responde Responder

    “apesar da ilegalidade da prisão e do regime fechado”. É mesmo? Conta outra doutor Dirceu. O Mensalão correu por sete anos nos tribunais até o seu desfecho.

  4. HA, HA, HA, O ZÉ PRESO NA PAMPUDA, NEM MASTER CARD PAGA, POIS ISSO PARA NÓS BRASILEIROS NÃO TEM PREÇO,

  5. Um cara como este condenado, preso e somado à idade o tempo
    na cadeia passa mais lentamente. Tempo suficiente para tanta mara-
    cutaia que fez fora.

Comente