Uncategorized

Planalto teme que “rolezinhos” cresçam às vésperas da campanha presidencial

Do Painel, Folha de S.Paulo:

O fantasma do ‘rolê’ Na reunião extraordinária de ontem sobre os “rolezinhos”, a presidente Dilma Rousseff ouviu temores de que o fenômeno cresça e ganhe as ruas às vésperas da campanha. O estágio atual do movimento foi comparado ao início dos protestos de junho. Os militantes pelo passe livre eram poucos, mas a reação desproporcional da PM turbinou a causa e jogou o governo nas cordas. O Planalto ainda teme a infiltração de “black blocs” entre os jovens que promovem os “rolês”.

3 Comentários

  1. Doutor Prolegômeno Responder

    Eles foram inspirados pelo rolê lulopetista dos mensaleiros. Se ministros, deputados e outras autoridades podem dar rolê no erário, porque eles não poderiam dar um rolezinho?

  2. salete cesconento de arruda Responder

    Quem deveria temer o ROLEZINHO é a oposição pois o que os jovens querem é serem VISTOS e eles sabem que em governos da OPOSIÇÃO sem PROJETOS eles voltam para o limbo da onde estão saindo.

Comente