Uncategorized

Dilma supera Lula e vai abrigar dez partidos nos ministérios

João Domingos, Estadão

Forçada a abrir vagas em sua equipe para abrigar cada vez mais aliados, além de ter de manter os espaços dos que já a acompanhavam, a presidente Dilma Rousseff baterá um recorde neste ano eleitoral. Quando concluir a reforma ministerial que pretende fazer nas próximas semanas, a Esplanada deverá contar, pela primeira vez, com titulares de 10 partidos diferentes.

Dilma já tinha empatado com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no número de partidos aliados que integram o seu primeiro escalão: nove. Com a saída do PSB, em setembro, passou a contar com oito legendas na base. Na reforma, pretende contemplar o recém-criado PROS e o PTB, o que fará o número de aliados com espaço na Esplanada chegar aos dois dígitos.

1 Comentário

  1. Sociedade Responde Responder

    É a base alugada ganhando força. Aliás, quem diria, até o PTB de Roberto Jefferson, que denunciou o Mensalão está sendo abraçado entre os companheiros da hora. Eleitoral, é claro.

Comente