Uncategorized

IstoÉ já foi condenada por ‘reportagem’ falsa

Uma diferença contra a família Richa pode também estar movendo a revista IstoÉ na nova incursão denuncista no Paraná. Em 2002, em plena campanha eleitoral, a revista publicou matéria apontando suspeitas, que foram provadas inverídicas, em movimentações financeiras do ex-governador José Richa, pai de Beto e Pepe Richa. A família Richa entrou com uma ação de reparação por danos morais e ganhou da IstoÉ em todas as instâncias. A revista tem que pagar R$ 313 mil, à título de indenização, dívida ainda não saldada.

Em 2010, IstoÉ enfrentou processos por publicação de pesquisa falsa que dava a vitória das eleições no governo do Paraná para o candidato de Gleisi Hoffmann (PT) na época, o então senador Osmar Dias (PDT). A Justiça Eleitoral reconheceu o crime eleitoral e a publicação teve de ser retirada do site. A eleição foi vencida por Beto Richa (PSDB) no primeiro turno. Já em uma de suas capas de 2012, intitulou Gleisi e o marido Paulo Bernardo (Comunicações), como o “Casal mais poderoso da República”. Seu editor chefe em Brasília, Paulo Moreira Leite, é um ferrenho defensor dos mensaleiros José Dirceu e Delúbio Soares, presos atualmente na Papuda.

Na sua última edição, a revista se esmerou em trazer nova matéria com a emergente mineira Ana Cristina Aquino, a qual já havia desqualificado em duas outras reportagens de outubro e novembro passados. O possível uso político da revista começa a ser questionado. Na edição com Ana Aquino, o governo federal tem sete páginas inteiras de anúncios (quatro da Caixa Econômica Federal, duas dos Correios e uma do Banco Brasil). No mercado publicitário, o valor dessas páginas podem chegar a R$ 1,5 milhão.

16 Comentários

  1. Do Interior.... Reply

    E não é só a época.

    Gazeta do Povo e OAB também são contra o governo Beto Richa.

    O primeiro tem publicado, sistematicamente, somente os defeitos fazendo parecer que o governo do Paraná é pior do que o do PT. O segundo porque ficou impregnado da petezada.

    Depois ainda tem gente que fala em “GRANDE MÍDIA”! Esta grande mídia do Paraná que também é da globo está com o PT. E todos sabem o motivo!!!!!….

  2. Joel Bley Sobrinho Reply

    Joel Bley Sobrinho

    Sabem qual é o problema destas denúncias infundadas:é que elas causam um grande prejuizo moral a pessoas e famílias atingidas,e quem as fez, não sofre consequência alguma.O caso que atingiu o ex governador José Richa, ocorreu em 2002 estamos em 2014 e o eminente homem público não pode em vida sentir-se reparado nas falsas acusações que lhe fizeram.Pergunto: se tivessem sido punidos devidamente repetiriam acusações infundadas,mas sabem que levarão quinze anos respondendo ao processo,porém o estrago que causam é imediato e irreparável.

  3. Darcy Machiavelli Reply

    Mas, não existe um órgão fiscalizador da imprensa ?
    Somente multa, dá para se ver que de nada adianta,
    por essa razão, essa imprensa marrão que noticia
    mentiras e boataria deveria ser processada criminalmente.
    Conheci o Governador José Richa, votei nele várias vezes
    e digo com orgulho que nunca me decepcionei.
    Votei no atual Governador e continuarei a votar seja prá que
    cargo for, pois confio na sua honestidade assim como sempre
    confiei na honestidade do seu pai.

  4. O PT teve como vitrine a cidade de Londrina por 8 anos.
    Não deixou saudade.
    A reportagem da Istoé é um desdobramento de outra reportagem envolvendo os mesmos personagens, em especial JOÃO GRAÇA, advogado ligado ao PDT de Osmar Dias e Gustavo Fruet.
    Será que em breve não aparece um escândalo na Prefeitura de Curitiba??

  5. Nossa vingança será nas urnas esse ano. Este PT corporativista. Na prefeitura de Curitiba foram doados cargos em comissão somente para essa raça . Uma vergonha!!!!

  6. SANDOR MENDES Reply

    Alguém lembra do caso do “filho bastardo” do FHC? Os Petistas detonaram o ex presidente em revistas e outras mídias. Então, comprovaram muitos anos depois que o rapaz não era filho do FHC. Infelizmente quando é comprovado a inocência de alguém, a mídia não dá o mesmo espaço para a defesa.

  7. O CASAL PODE SER PODEROSO, MAS O PARANÁ FOI TOTALMENTE ESQUECIDO POR ELES.
    ATÉ DÁ PARA DIZER QUE NEM DO BRASIL SÃO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  8. Infelizmente num País onde não existe ou lei, o melhor, existe para defender os corruptos, os bandidos da alta, as quadrilhas, etc…
    Como pode uma revista, que pelo visto tem proteção para tomar esta atitude, denunciar vagamente, sem provas e testemunhas e depois ficar por isso mesmo. Uma denúncia grave como esta, se verdadeira, deveria denunciar não só ao MP como também a PF, mas claro com indícios e provas documentais e testemunhas; não simplesmente escolher uma revista, que tem patrocínio de propagandas milionárias do governo federal, para lançar essa denúncia. No mínimo suspeito!!!!! Agora, cabe a denunciante provar…

  9. Parreiras Rodrigues Reply

    Lembro da referência à calúnia como um monte de penas, de painas, lançadas ao vento.

  10. QUESTIONADOR Reply

    -E desde que a grande mídia falada e escrita tem alguma credibilidade neste País????
    -Aind bme que existe internet…caso contrário o povo mais esclarecido estaria totalmente perdido….
    -Veja, Isto É, Rede Globo e RPC tem seus editores e sua linha editorial que muda conforme os ventos políticos…o compromisso com a verdade e transparência com os leitores e telespectadores talvez não sejam a prioridade….
    -Se os leitores deste democrático blog do Campana, devem ler as notícias de outra forma e pesquisar em outras fontes, até em sites internacionais, youtube, Financial Times para tentar entender a teia de informações, nem sempre de forma clara.

Comente