Uncategorized

Fruet viaja e começa ano com duas greves

O prefeito Gustavo Fruet (PDT) e a vice Miriam Gonçalves (PT) vão ficar uma semana fora de Curitiba. Justamente na semana em que os professores municipais, motoristas e cobradores de ônibus se articulam para deflagrar greve nas duas categorias. Na próxima quinta-feira, 6, os professores de Curitiba têm assembleia para decidir sobre a greve marcada para o dia 12 de fevereiro. “A insatisfação da categoria diante da falta de professores e as indefinições no processo de reformulação do Plano de Carreira são os dois principais pontos que empurram o magistério para a greve”, diz o Sismmac, sindicato da categoria.

Já o Sindimoc, dos motoristas e cobradores, está convocando a assembleia para o dia de fevereiro e diz que as negociações com a patronal sequer avançaram nos últimos 60 dias. Anderson Teixeira, presidente do sindicato, diz vai entrar com uma ação na justiça para garantir a data base a partir de 1º de fevereiro. “A luta a partir de agora será mais acirrada”, disse.

Comente