Uncategorized

João Paulo Cunha nega provocação em ato em frente ao Supremo

Condenado na ação penal sobre o mensalão, o deputado federal João Paulo Cunha (PT-SP) afirmou, durante um almoço com militantes em frente ao prédio do supremo Tribunal Federal, que o ato não deve ser encarado como provocação, mas como agradecimento às pessoas que estão acampadas no local e pedem a revisão do julgamento do processo do mensalão.

O grupo acampado, de cerca de 30 pessoas, é o mesmo que estava em frente ao presídio da Papuda, desde novembro do ano passado. Eles transferiram o acampamento para o estacionamento em frente ao Supremo.

Prestes a ser preso, o deputado federal João Paulo Cunha (PT-SP) voltou a defender a sua inocência e evitou comentar se pretende renunciar ao seu mandato parlamentar.

11 Comentários

  1. trabalha ele trabalha desde a infância, desviar e praticar peculato foi depois que tornou-se deputado do PT.

  2. Moisés Fróes Responder

    João Paulo e sua corja paga para protestar contra a democracia, palavra que os corruPTos do PT detestam, mas a usaram para chegar ao poder.

  3. O PT,fez uma lei,onde eles pódem tudo,afrontam as leis,tem uma imunidade,que nao sao para os outros.Investir em outros países,Bolívia,Venezuela e CUBA.Cuba os governantes sao assassinos,mataram milhares,e o PQT esta investindo quatro bilhões nos portos e aeroportos,incentivaram compras de veículos segurar aumentos de gasolina,Quebraram oitenta usinas de álcool e a PETRQOBRAS,PURA DEMOGOGIA PARA ILUDIR O POVO!!

  4. Qual é a construtora que esta fazendo as obras em outros países, quem são os sócios e verificar a quem da responsabilidade do pagamento e ressarcimento desse dinheiro aos cofres nacionais, qual o juros cobrados e fazer um comparativo dos aplicados a empresas nacionais que utilizam esse mesmo modelo de empréstimo para obras no Brasil , alguém pode responder há isso? Ou essas perguntas são estratégicas e de segurança nacional que não podem ser respondidas para a população que paga impostos !

  5. haroldo moises valle Responder

    molecagem, esta acima da lei, quando foi sacar o dinheiro no Banco rural, em dinheiro vivo, já sabia que era corrupção , porque ninguem paga pesquisas com dinheiro, TED, TRANSFERENCIA ELETRONICA UM VALOR DESSE PARA O INSTITUTO DE PESQUISA.

Comente