Uncategorized

Beto Richa defende novo indexador para dívidas dos estados

O governador Beto Richa defendeu hoje, em Brasília, um novo indexador para as dívidas dos estados e municípios brasileiros. “Estados e municípios estão sufocados na sua capacidade de investir diante de uma dívida que é impagável. Veja só o Paraná: tem uma dívida com a União, de 1998, de R$ 5 bilhões, pagamos cerca de 10 bilhões e ainda devemos mais R$ 10 bilhões. Ao término desta dívida, que está prevista para ser saldada em 2028, o Paraná terá pago mais de R$ 28 bilhões. Ou seja, é uma dívida incompatível com a nossa realidade”, disse Richa no encontro de governadores com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PSDB).

O projeto de lei complementar (PLC 99/2013) está no Senado e altera o fator de correção de IGP-DI mais 6% ao ano para IPCA mais 4% ou Selic (o que for menor). Para o Paraná, a mudança reduz para R$ 5 bilhões o estoque devido e reabre o espaço fiscal em R$ 240 milhões já no primeiro ano. “Tem estados com uma situação praticamente de insolvência, sem a incapacidade de honrar os compromissos. O Paraná tem honrado, pagamos R$ 84 milhões por mês e com a proposta de mudança de indexador, vamos reduzir o valor da dívida para R$ 64 milhões, ou seja, menos R$ 20 milhões mensais. É algo significativo e creio que seria uma justiça com os estados e municípios que estão hoje sufocados”, disse Richa.

A reunião com o presidente do Senado, articulada pelo governador Tarso Genro (PT-RS), teve a participação de governadores e de senadores de todos os partidos. “Estamos cobrando o acordo firmado para que a votação da matéria que visa reestruturação da divida dos estados com a União seja efetivamente votada. Os estados e municípios estão sufocados na sua capacidade de investir diante de uma dívida que é impagável”, destacou Richa.

O texto já passou pela Câmara dos Deputados e está pronto para a apreciação no Senado desde o ano passado. No entanto, uma manobra do governo federal adiou a votação para a abertura dos trabalhos no Congresso em 2014. Isso porque a matéria – que chegou a receber o apoio da base governista – acabou se tornando um dos poucos trunfos para reduzir o aperto no superávit primário (economia para pagar juros da dívida pública).

8 Comentários

  1. Primeiro os “donos do poder” gastam o que não podem e onde não devem, estouram todos os orçamentos, depois dizem que não podem pagar.

    Considerando que o dinheiro NÃO É DELES mas do povo, é o povo que está pagando a má gestão pública.

    Tudo isso é mistificação pura.

    É preciso colocar esses ímprobos e incompetentes fora dos cargos e mandatos públicos !!!

  2. Antonio Carlos Bonetti Responder

    Esta e outras atitudes do Governador do Pr.e outros agentes públicos, demonstra o quanto no Brasil o dinheiro esta centralizado em Brasilia,e com uma grande e injusto relacionamento entre os Poderes.Reformas são imediatas.Parabens pela atitude.Uma greve de Prefeitos e Governadores urgente.

  3. ZANGADO COM TODO RESPEITO…. O QUE JA FOI GASTO NO BRASIL COM ESSES ESTADIO DE FUTEBOL, O BRASIL SERIA O PAIS MAIS RICO EM SAUDE SEGURANÇA O ENSINO CASAS POPULARES NAO ESSA CASA DE POMBO MINHA CASA MINHA VIDA E ETC…ACABA COM ESSES MENSALAO, DAI SIM O NOSSO BRASIL VOLTARIA A SORRIR.

  4. -De qualquer forma, o Paraná sempre foi injustiçado pelo Governo Federal, desde o fim do governo de Ney Braga(que era da posição do Regime Militar). Depois dele, o Paraná anda mal das pernas: primeiro como disse o leitor Zangado, pela má gerência dos recursos públicos e depois por investimentos errados que não atendem os anseios da população…
    -Quem nos desse o prazer e a satisfação de termos um Presidente da Repúblico dos quadros políticos do nosso Estado. Mas isso é desejar demais para nosso quadro atual…
    -Nosso Estado precisa urgentemente de uma representação política forte e responsável para acabar de vez com briguinhas políticas por poder…mas isto é impossível!!!

  5. Estamos passando por situações políticas que só o futuro vai nos mostrar:
    – PT e o mensalão;
    – Divida do estado;
    – BNDS empresta dinheiro para CUBA, por que empreiteira Brasileira fez obra (Quem vai pagar esta conta, o PT ? A empreiteira Brasileira ? Ou você acredita que CUBA vai pagar ?, Quantas moradias ou combate a seca no sertão Brasileiro poderia ser investido com este empréstimo ? Quem é mais importante para o PT, o povo Brasileiro ou CUBA ?)
    Acho que o momento para todos os Paranaenses e Brasileiros, é deixar de lado suas divergências ou gostos partidários, e ver o que realmente esta correto ou incorreto !
    Povo Paranaense e Brasileiro, vamos acordar, vamos dar nossa opinião e dizer não a corrupção, não a defesa ao mensaleiros, não a defesa a empréstimos pelo Brasil a outros países, não a dividas efetuadas pelo governantes municipais e estaduais de forma desordenada e sem planejamento nenhum.
    A OMISSÃO DOS JUSTOS, É O SUCESSO DOS INJUSTOS !

  6. o Pessuti já discutiu isso várias vezes em Brasília inclusive conseguindo a redução significativa de algumas contas.
    O que o Beto tem feito é percorrer o mesmo caminho anteriormente trilhado por quem o antecedeu e que por vias de época eram então criticados por está mesma posição ……………………

  7. Zangado, seu comentário está muito correto se estiver se referindo ao “governo federal”, lá sim gastam muito, inclusive em outros países como Cuba e Venezuela, mas para o Estado do Paraná é a ferro e fogo, cobrança com juros de agiotagem e exclusão de empréstimos, qdo todos os demais com piores condições econômicas receberam.
    Milagre ninguém faz, ou melhor, está sendo feito a duras penas, com recursos próprios bem administrados, agora para a Copa o governo federal já avisou, está sobrando dinheiro, isso é incrível. E o povo paranaense vai sendo enrolado pelas promessas das damas…

Comente