Uncategorized

Requião deixou rombo de R$ 9 bi na Previdência

unnamed

O senador Roberto Requião (PMDB) jacta-se da sua eficiência administrativa, mas parece esconder o jogo. Seus adversários no jogo interno peemedebista divulgaram hoje que Requião deixou um rombo de R$ 9 bilhões na previdência estadual que causa impacto neste e nos próximos governos. Em seu primeiro governo, em 1993, Requião extinguiu o fundo capitalizado do Estado e utilizou os recursos previdenciários existentes para outros fins.

Em 1998, Jaime Lerner criou novamente um fundo capitalizado com vistas ao equilíbrio futuro da previdência estadual, mas em 2010, Requião entregou o governo do estado com o fundo capitalizado contabilizando um desequilíbrio de R$ 9 bilhões: R$ 5,5 bilhões em haveres atuariais e R$ 3,5 bilhões em déficit atuarial.

Em 2012, o governo Beto Richa reequilibrou todo o sistema previdenciário e promoveu o equilíbrio atuarial do fundo capitalizado (a lei 17.435) cumprindo determinações do Ministério da Previdência Social e do Tribunal de Contas.

Há dois fatos importantes sobre a previdência dos servidores estaduais. 1°- Em 21/12/1992, publicada no Diário Oficial do Estado, a lei 10.219 criou o regime jurídico único no estado. Todos os servidores celetistas foram transferidos ao regime estatutário.

Seu artigo 70, diz assim: “Os atuais servidores da administração direta e das autarquias, ocupantes de empregos com regime jurídica definido pela Consolidação da Leis do Trabalho, terão seus empregos transformados em cargos públicos na data da publicação desta Lei.”.Desta forma, 55 mil celetistas se tornaram estatutários sem cálculo atuarial, causando um rombo de R$ 70 bilhões.

Ainda sobre os servidores, tem mais. Requião deixou de pagar R$ 1 bilhão de Pasep dos servidores estaduais entre 2003 e 2010.

20 Comentários

  1. A indagação que não cala aos nossos ouvidos, com estes trocados é possível fazer alguma coisa para o bem estar do povo, especialmente para aqueles que contribuíram… O que foi feito??? Onde foi parar esta “pequena quantia”…R$ 9 bilhões na previdência estadual que causa impacto neste e nos próximos governos.
    Outra, os nossos Parlamentares, aprovaram o perdão desta dívida, em regime de urgência, tudo no mesmo dia… e a PRPREVI, gestora dos recursos descontados dos servidores, falou o que??

  2. No Paraná – dado o escabroso compadrio entre os poderes constituidos – ainda vigora o preceito “the king can do no wrong”, e assim, nenhuma das ditas autoridades de controle público jamais apurará responsabilidades.

    A ParanáPrevi que se exploda !!!

  3. Requião e Lulla são dois BRAVATEIROS, acusam os outros daquilo que eles fazem, isto é vivem acusando os outros prá dizer que são diferentes, mas são PIORES.

  4. Atençao funcionários públicos, barnabés e outros áulicos!
    È o “dindin” do futuro de vocês que a Maria Louca detonou.
    Votem nele e na velhice inscrevam-se no Bolsa Familia.

  5. sergio silvestre Responder

    Acho que com essas noticias de agora é porque o Requião está para arrombar certo governador que pleiteia ser eleito.

  6. nananananinha! A Lei 17.435 transferiu todos os funcionário que entraram antes de 2003 para serem custeados pelo tesouro do estado. Com isso, o governo deixa de transferir a sua parte, “cancela” o rombo e a arrecadação de IR e previdência retorna ao tesouro, dando a impressão de um superávit primário. Manobra rasteira e rateira. Isso ninguém explica ou comenta. E os próximos 4 anos, dio mio? E o futuro, mein gott?

  7. -É o Rei das Falácias inserindo seu nome como o pior governador de todos os tempos do estado do Paraná!!!
    -E pensar que ainda tem eleitores que votam nesta farsa…devem comer mamona também!!!!

  8. Carlos Smaniotto Responder

    Esse Requião é o mais falso e dissimulado de todos os nossos políticos. Ninguém engana melhor o povo do que ele. E além de tudo é malcriado, truculento, estúpido. Ainda bem que está dançando a última valsa do engodo…..

  9. josé carlos de andrade Responder

    Certo um não atualizou e não repassou o que devia e o outro quer meter a mão no fundo e usar para pagar outras contas, inclusive as de pessoal? Ora vamos né… se em 2012 ele reequilibrou o sistema por que agora precisa pegar o dinheiro que é do fundo, formado para garantir a aposentadoria dos que trabalharam pelo estado e pagar outras contas? É sempre no do funcionário efetivo que sobra a conta, é sempre o funcionário que fica para explicar o que acontecia..
    Eu quero ver a hora que ele pegar esse dinheiro e tiver que pagar 300 milhões para o atlético, ai será o enterro político dele.

  10. Se o beto requebrou as contas em 2012 como consta no texto acima não consigo enterder pq estamos vivenciando esta atrocidade contra os paranaenses… Incompetência e cegueita tem limites.

  11. Falando em governadores lixo, precisamos lembrar q o BETO RICHA é um ótimo exemplo de um mal governo!!!!!
    Por que Richa não abre mão de sua aposentadoria que usufruirá em futuro não muito distante em nome do bom exemplo?

    O governo antipopular e (antipovo) de Beto Richa quer reduzir os salários dos servidores e ataca a educação, mas reajustou a água, a luz, IPVA, pedágio, ICMS dos materiais escolares e combustíveis, enfim, vem arrancando o couro dos paranaenses com sucessivos tarifaços.

  12. Gilmar Fenerich Responder

    Beto Richa! Sem comentários.Quebrou a prefeitura de Curitiba e o Estado do Paraná; com seu exemplo de como não se deve administrar.
    Requião; colocou uma raposa,para cuidar do galinheiro.Ou seja J.M.C; na direção do Paraná Previdência, não se poderia esperar outra coisa!

  13. Jayme de Azevedo Lima Responder

    Prezado Editor
    Quando exerci a presidência da PRPREV de 2010 a 2012, promovi pesquisas e consultas junto a Secretaria do Tesouro Nacional para recuperar o dinheiro gasto pelo ex-governador Requião quando usou dinheiro do fundo de previdência do antigo IPÊ. O dinheiro está lá em Brasília ,basta boa vontade e medidas administrativa para recuperar a parte originária do saque contra o Fundo do IPE para a PRPREV e o restante oriundo da venda de ações da TELEPAR padrão caixa do tesouro do Estado.
    A lei 17.345/12, deu na realidade um prazo de 70 anos para que o Estado do Pr pague suas dívidas perante o Fundo previdenciário atual, promoveu o equilíbrio econômico-financeiro e serve de modelo para todo o. Brasil.
    Richa quer repetir Requiao, o pior exemplo possível .

  14. Parece que muitos que lê este poste se utiliza de um cabresto que não conseguem se quer olhar para os lados (pt roubou Petrobras) cadeia neles Requião roubou 9b cadeia nele e Richa quebrou o estado roubou os 8 bi da previdência q faltava e a receita estadual q sumiu 18 bi ninguém fala sobre isso faça meu favor o povoo idiota só fala dessa meda de pt mais são burros d+ .

  15. Engraçado que isso só aparece agora que o governo do Beto Richa se mostra de mal a pior. Nunca vi tanta roubalheira e falta de respeito com os funcionários públicos na época do Requião. Ele sim foi um ótimo governador.

  16. Ao menos com o Requiao nao pagamos a conta.
    Já com o Beto os impostos aumentaram absurdamente

  17. O que o Sr.Fabio Campana escreve sobre o Senador Requião
    é duvidoso.São inimigos declarados.Fico Mais com a lisurora do ex-governador.

  18. Luiz Andreatta Responder

    incrivel…tudo farinha do mesmo saco…prejuizo o Beto richa Deu no paranaprevidencia teve que descontar dos aposentados do estado previdéncia…esse governador de tanta pedaladas… e assembleia totalmente a favor desse incopetente…por isso minha opinião: Lerner,Requião,Richa e A.L do Parana não merecem o respeito do pôvo Paraná…O primeiro vendeu Banestado e as estradas,com certeza ouve propina pois AL,não impediu,o segundo pedagio abaixa ou acaba daí ele esqueceu que estava governador e não decretou nada até que a justiça resolvesse e mais uma vez A.L nada fez e por último este que ta ferrando com nosso estado e A.L não faz o impeacheman deste faraó chamado Richa…

Comente