Uncategorized

Chuvas não param e Beto Richa convoca reunião de emergência

reuniaoricha1

O governador Beto Richa e sua equipe, mais os deputados que estão em Curitiba, se reunem agora no Palácio Iguaçu para tomar medidas emergenciais depois das chuvas que afetarm o Paraná. Ao menos três pessoas morreram por reflexos da chuva e uma está desaparecida. Mãe e filho morreram afogados dentro do carro da família quando o motorista tentou atravessar uma ponte e o veículo acabou arrastado pela correnteza por aproximadamente 200 metros. O caso ocorreu na localidade de Maralúcia, em Medianeira, no Oeste do estado.

O número de municípios que tiveram problemas com o excesso de chuva dos últimos dias aumentou para 38, informou a Defesa Civil na manhã deste domingo (8). Curitiba permanece como a cidade com o maior número de afetados (15.213) e de residências danificadas (3.509). Mas a madrugada na capital já foi bem mais tranquila que no sábado, segundo a prefeitura, porque choveu menos e o nível da água baixou. Não havia mais nenhum desabrigado na cidade pela manhã.

Com informações da Gazeta do Povo.

Por meio de seu Facebook, a Prefeitura de Curitiba informou que doações podem ser feitas às pessoas que tiveram problemas com as chuvas. Eles precisam, principalmente, de toalhas de banho, alimentos não perecíveis, agasalhos e materiais de limpeza e higiene pessoal. Os produtos devem ser levados aos postos da campanha Doe Calor. Os endereços onde os materiais podem ser entregues podem ser conferidos neste site.

Também via Facebook, o governador do estado, Beto Richa (PSDB), disse que “toda ajuda é bem-vinda”. Segundo ele, as doações podem ser entregues no Provopar, em todos os órgãos do governo, nas delegacias, batalhões da polícia militar e também nas prefeituras.

A energia elétrica, segundo a Copel, já foi praticamente restabelecida, com cerca de 100 domicílios ainda desligados da rede. A previsão é de normalização até o início da tarde. Apenas alguns serviços mais complexos, como a troca de postes, ainda não puderam ser concluídos.

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Cidade Industrial de Curitiba, que ficou sem energia neste domingo, já está voltando ao normal depois de ser religada. Mas a prefeitura ainda recomenda que as pessoas que precisarem de atendimento médico se dirijam a outros locais.

Paraná tem ao menos três mortes

O número afetados no Paraná subiu de 37,1 mil para 38,1 mil neste domingo, com a inclusão de mais sete municípios. Campo Largo, Cascavel, Cruz Machado, Mallet, Nova Laranjeiras, Pinhão, Reserva do Iguaçu e São Matheus do Sul também passaram a compor a lista. No total, no Paraná, 472 pessoas tiveram que deixar suas casas e passar a noite em abrigos.

Um município, Rosário do Ivaí, declarou situação de emergência.

Em Sulina, no Sudoeste, Paulo Inácio Kaling morreu soterrado após um deslizamento atingir a casa onde ele estava.

Entre Guarapuava e Pinhão, um afundamento de pista perto de uma ponte provoca a interdição total da PR-170, no km 415. Nesse local, um veículo desobedeceu a sinalização e acabou caindo no rio. Até o início da manhã, segundo a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), nem o motorista e nem o veículo tinham sido localizados.

Segundo o último balanço, a cidade com o maior número de afetados é Curitiba, com 15.213. Na capital, onde 3.509 residências foram danificadas, 174 pessoas passaram a noite em abrigos, segundo a prefeitura. A Defesa Civil diz que houve registro de alagamentos em dez bairros da cidade: Hauer, Uberaba, Cidade Industrial de Curitiba (CIC), Boqueirão, Fazendinha, São Lourenço, Bairro Alto, Tarumã, Tatuquara e Caximba. Apenas na CIC foram registrados 22 pontos de alagamento.

Por conta dos estragos, a prefeitura declarou situação de alerta na cidade.

O governador Beto Richa (PSDB) convocou uma reunião de emergência para a tarde deste domingo no Palácio Iguaçu, com a presença de secretários de governo. Segundo a assessoria de imprensa, ele deve dar uma entrevista coletiva às 16 horas para comentar a situação do estado pós-chuvas.

Rodovias tem tráfego prejudicado

Além dos 38,1 mil atingidos, a chuva do sábado causou quedas de barreiras e alagamentos, com interdições totais e parciais em rodovias estaduais e federais do Paraná. Pela manhã, de acordo com as polícias rodoviárias federal (PRF) e estadual (PRE), 19 pontos tinham fluxo prejudicado. A pior situação era registrada na BR-277, na qual havia seis pontos de interdição, com quatro em Guarapuava, um em Irati e um em Virmond.

Previsão é que chuva só dê trégua na segunda-feira

Segundo Instituto Tecnológico Simepar, a previsão para este domingo é que chuvas fortes continuem sendo registradas nas regiões Sudoeste, Sul e Leste do Paraná. Nesses locais, o fenômeno deve ocorrer com mais intensidade durante toda a madrugada e manhã. À tarde e à noite, continua a possibilidade de chuvas fortes para a região de Curitiba e passa a haver chance de chuvas fortes também no Norte do Paraná.

Alagamentos geram manifestações em Curitiba

Os alagamentos na capital geraram descontentamento dos moradores de localidades mais afetadas. Manifestações com a queima de pneus e bloqueio de rodovias ocorreram em pelo menos três bairros de Curitiba, em horários diferentes, durante este sábado (7). Houve manifestações na Cidade Industrial de Curitiba (CIC), na Vila Hauer e na divisa entre Curitiba e Araucária, na BR-476.

Lista de municípios afetados

– Barbosa Ferraz
– Campo Largo
– Campo Mourão
– Cantagalo
– Cascavel
– Cianorte
– Corbélia
– Cruz Machado
– Curitiba
– Foz do Jordão
– Godoy Moreira
– Goioerê
– Grandes Rios
– Guarapuava
– Ibema
– Imbituva
– Irati
– Ivaiporã
– Jardim Alegre
– Mallet
– Manoel Ribas
– Marquinho
– Nova Laranjeiras
– Pinhais
– Pinhalão
– Pinhão
– Piraí do Sul
– Pitanga
– Quedas do Iguaçu
– Quinta do Sol
– Reserva do Iguaçu
– Rio Bonito do Iguaçu
– Rio Branco do Ivaí
– Roncador
– Rosário do Ivaí
– São Jorge do Oeste
– São José dos Pinhais
– São Matheus do Sul

2 Comentários

  1. ESSE É NOSSO GOVERNADOR DO PARANÁ , LUTANDO PELO NOSSO PARANÁ. ESSA É A NATUREZA BOA E TAMBÉM RUIM. DEUS VAI COLOCAR SUA MÃO EM TODAS ESSES MUNICIPIO E CAPITAIS E VAI FAZER QUE TUDO VAI DAR CERTO.

Comente