Uncategorized

Manifestantes depredam lojas e bancos

Da Gazeta do Povo:

Pelo menos três agências bancárias localizadas no Centro de Curitiba foram depredadas na tarde desta segunda-feira (16), por manifestantes que participavam de um ato contra a Copa do Mundo da Fifa.

Uma estação-tubo também foi vandalizada. O protesto de cerca de 300 pessoas gerou corre-corre entre pessoas que circulavam pela região e fez com que comerciantes fechassem as portas mais cedo.

No cruzamento entre as avenidas Sete de Setembro e a Marechal Floriano Peixoto, os manifestantes provocaram um bloqueio, obrigando os ônibus a pararem. Houve fila de coletivos e, durante o transtorno, os passageiros não puderam descer dos ônibus. Portas de lojas também foram chutadas por pessoas que participavam do ato.

Uma agência do banco HSBC, uma Caixa Econômica Federal e uma do Itaú, além de uma ótica, também foram depredadas por manifestantes. Na Rua XV de Novembro, a Companhia de Choque da PM dispersou os manifestantes. Até às 18h50, onze pessoas que participavam do protesto foram detidas e levadas à Delegacia de Eventos de Futebol. De acordo com a PM, 80 policiais participaram da ação.

Os manifestantes, contrários à realização da Copa do Mundo no Brasil, se reuniram por volta das 14h30 na Boca Maldita e seguiram em direção à Arena da Baixada. Na esquina das ruas Desembargador Westphalen com a Visconde de Guarapuava, os manifestantes derrubaram lixo na faixa de pedestres e atearam fogo, impedindo a passagem de automóveis. Depois, o grupo bloqueou o cruzamento das ruas Desembargador Westphalen com a Avenida Iguaçu. O último ponto de bloqueio foi na esquina da Rua Marechal Floriano Peixoto com a Sete de Setembro, ao lado do Shopping Estação.

Eles seguravam cartazes protestando contra os crimes cometidos pela FIFA, supostos atos “higienistas” no Centro, exploração sexual e em prol dos trabalhadores que morreram na construção dos estádios. Os manifestantes chegaram a impedir a circulação do ônibus Circular Copa, no Centro, por alguns minutos. Próximo ao estádio Arena da Baixada, eles picharam ônibus do transporte coletivo e o muro de uma escola.

Segundo o Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR), cinco pessoas foram encaminhadas à Polícia Civil. De acordo com a central, os manifestantes detidos foram flagrados pela PM pichando ônibus e fachadas, quebrando vidros, depredando estabelecimentos e um deles foi pego em posse de um coquetel molotov.

A Polícia Militar e a Guarda Municipal de Curitiba acompanham a manifestação. A Companhia de Choque da PM chegou a bloquear o cruzamento entre as ruas Desembargador Westphalen e Getúlio Vargas para evitar que os manifestantes se aproximassem do estádio.

Torcedores da Nigéria e do Irã, times que entram em campo nesta segunda-feira (16) na Arena da Baixada, chegaram a parar para observar o protesto por alguns minutos na Boca Maldita.

O evento criado no Facebook para a manifestação contava com cerca de 2,6 mil pessoas confirmadas por volta das 15h desta segunda-feira (16).

12 Comentários

  1. o amigo do povo Responder

    Que horror, o que os bancos e a ótica tem a ver com a Copa? Não sou contra protesto, sou contra covardia e vandalismo. E aonde estavam as nossas Policias, contemporizando com os meliantes ? Por suposto que sim. Depois das barbaridades do ano passado as Policias passaram a ter medo de fazer o que são pagas para fazer.

  2. rui marinho pinheiro Responder

    Pelo que vi assistindo o relato no jornal onde fotografos e cameras
    registravam tudo pude então perceber e4 ficar em duvida se a policia esta realmente apta a agir nestes flagantes , pois em relatos anteriores vi gente inocente e talvez até aleios a situação serem humilhadas açoitadas, e hoje diante do maior flagante de vandalismo e rebeldia a policia se manteve a distancia so urubersevando, Nestes flagantes pude perceber olhando onde a camera me permitiu , que tinha pessoas que nada tinha a haver com o povo curitibano, pelas atitudes pareciam gentes treinadas talvez até por algum partido politico contra a gestão atual. Eu afirmo assim pois ja fui garoto de palco quando então ainda sindicalistas atuante , e sempre em minha campanha nunca permiti este tipo de atitude grito aos altos homens do poder que comecem a agir com justiça e usando a constituição , senão poderemo ter que aguentar aqui grupos onde poderemos chamar de terroritas. Como assim já aconte4cem em paises com fronteiras no quintal de cada casa.

  3. Sociedade Responde Responder

    Mascarado, com o perdão da palavra, é VAGABUNDO! Tem que levar tiro de borracha e ir para a cadeia. ** Manifestação pacífica é aceitável e democrático, vandalismo é coisa de quem não tem o que fazer, de desocupado, de desordeiro. Cadeia para eles.

  4. Todas as manifestações civilizadas são democráticas, porem
    depredações dos patrimonios independente de públicos ou
    privadas é vandalismo. Lugar de vandalos é na cadeia !!!

  5. BANDO DE FUMEIROS VAGABUNDOS EM PLENA SEGUNDA-FEIRA A TARDE FAZENDO BADERNA E DESTRUINDO O PATRIMÔNIO PÚBLICO E PARTICULAR! VÃO TRABALHAR E CRIEM VERGONHA NA CARA, POIS OS CIDADÃOS TRABALHADORES É QUE PAGARÃO A CONTA. PAU E BOMBA NESSA QUADRILHA DE VÃNDALOS!

  6. CADEIA PARA ELES…. MAIS TEM QUE SER CADEIA NÃO MEIA HORAS DEPOIS ESTÃO SOLTOS PAGAM FIANÇA E PRONTO,

  7. Doutor Prolegômeno Responder

    Desde que o democratismo esquerdopata tomou conta do país, fazendo com que a repressão à violência das manifestações seja considerada “fascismo”, a baderna vem reinando absoluta. Durante estes anos de democratismo, a polícia não se equipou adequadamente para lidar com as gangues do terror urbano e poderia ter adquirido, p.ex., veículos de controle de multidões, que lançam água de alta pressão e são eficientes mundo afora, evitando contato direto dos policiais, que podem deixar vítimas de todos os lados. Mas, como o Brasil julga que sua democracia mambembe é superior aos outros países e que a turba enfurecida deve ser tratada com carinho e beijinhos, então, o resto da sociedade que se lixe.

  8. Esses vagabundos de arruaceiros que foram presos, deveriam pagar pela destruição causada a bancos e lojas.
    Cobrem deles o prejuizo, coloquem na primeira página dos jornais mostrando a cara dos vagabundos.Coloquem para trabalhar como garis (não desrespeitando os mesmos), nas delegacias como faxineiros, coloquem nos piores serviços pra ver se voltarão a fazer quebra quebra.

  9. Vigilante do Portão Responder

    DESTAQUE-SE a COVARDIA da Sra. Dilma.

    EDla, por absoluta COVARDIA, mandou engavetar a Lei que PUNE com mais SEVERIDADE os atos de vandalismo.

  10. Anderson Pereira Responder

    Sobre os idiotas que barbarizam e provocam o caos com seu vandalismo ridículo, não há mais o que falar, pois já tem a quase unanimidade de desaprovação. Agora, quanto aos DEFENSORES PÚBLICOS, o que dizer? Vá à defensoria pública às 06:30h da manhã e verá filas imensas de pessoas de bem precisando ajuda e esperando uma senha.Agora, esses ditos defensores, pagos com o dinheiro público, se reúnem em uma dezena para participar de manifestações no horário de expediente? Para defender ao cidadão, não há pessoal e nem tempo. Para plantão em porta de delegacia para defender baderneiro estão disponíveis? Com a palavra a Defensoria para confirmar ou desmentir o que foi publicado na mídia.

Comente