Uncategorized

Empreiteiro preso ao corromper coordenador do TC é candidato a deputado pelo PSD

O empreiteiro Edmilson Rossi, da construtora Sial, detido pelo Gaeco ao entregar R$ 200 mil para corromper o coordenador-geral do Tribunal de Contas, é candidato a deputado federal pelo PSD.

Rossi entrou no PSD pelas mãos do ex-prefeito de São José dos Pinhais, Ivan Rodrigues, que saiu do partido.

A empreiteira de Rossi fez obras para os governos federal e municipal, do porte da Rodoferroviária, Minha casa, minha vida, e ganhara a concorrência para construir o anexo do Tribunal de Contas.

12 Comentários

  1. Este Rossi aprontou bastante na prefeitura de São José . Que bom que foi preso. É um malandrão.

  2. MAIS UM FICHA SUJA. MENOS UM PARA ESTAR NO CONGRESSO NACIONAL. PORQUE COM TANTOS MILHÕES A ELEIÇÃO ESTARIA GARANTIDA.

  3. O Brasil está sendo governado por empreiteiros, por seus testas de ferro da política. Vide Lula, a quem Augusto Nunes chama de camelô de empreiteira.

  4. ÓRFÃOS…….
    A PRISÃO DO EMPREITEIRO VAI DEIXAR UNS 20 CANDIDATOS
    A DEPUTADO ESTADUAL ÓRFÃOS.
    ÓRFÃOS DO CARISMA DO EMPREITEIRO E mas ALGUNS
    TROCADOS, EM DÓLARES, CLARO, PARA AJUDA DE
    CAMPANHA.E AGORA….CHOREM CANDIDATOS !!

  5. Zivaldo Lacerdano Responder

    Li que entre os presos está o Davi Cherigate que era assessor do Requião contratado pela Casa Civil.
    O Requião deve estar se borrando!

  6. Edilson Hugo Ranciaro Responder

    Só lamento que nas próprias obras do TCE ocorra esse tipo de coisas, ainda mais em pessoas que o Conselheiro Artagão, depositava confiança. O Conselheiro Artagão tem olhar de desconfiado, mas…tem um coração enorme…não deixa um amigo na mão.

    Mas, o Brasil virou nisso…só se trabalha com órgão público se correr propina.

  7. Edilson Hugo Ranciaro Responder

    Complementando…até hoje ainda não recebi os R$ 17.000,00 da Prefeitura de Pontal do Paraná, na gestão do Prefeito anterior (PMDB) e olha que é médico.

    E o atual, apesar de ter pessoalmente explicado todo o caso, com conversa gravada pelos seus assessores, também não fez o pagamento.

  8. Edilson Hugo Ranciaro Responder

    Cruzando as notícias é o mesmo Edenilson Rossi…O Controle Interno do TCE deve rever o processo licitatório….sugestão…se não ninguém mais vai acreditar na transparência que o Conselheiro Presidente exige das Prefeituras….

    Amigo Artagão…abra os olhos e que reveja também obras (2) no Município de Candói (2012), que tem empresa que consta na relação de proibidas de licitar com o Poder Público..R$ 563 mil ou mais. Quem será da Licitação que deixou passar essa barbaridade….

    Me aposento e não vejo tudo….

Comente