Uncategorized

Não falo, não vou

IMAGEM_PEROLA_5

Do Lauro Jardim:

O depoimento, via videoconferência, do doleiro Alberto Youssef ao Conselho de Ética da Câmara, marcado para quarta-feira, está subindo no telhado.

Youssef comunicou agora há pouco por carta ao presidente do Conselho, Ricardo Izar, invocando o direito de ficar calado durante o depoimento.

Além disso, apresentou um requerimento pedindo o cancelamento da videoconferência. A tendência é que seja aceito.

2 Comentários

  1. É um direito dele, infelizmente. Estas Comissões que existem por
    aí são puro tapa buracos para empregar mais e mais desemprega-
    dos. Não funciona, faz de conta que trabalham e é um verdadeiro
    engana trouxa.

  2. Tem horas que me acho um verdadeiro Palhaço. Gastar dinheiro público para se estruturar um Conselho que não consegue ouvir o depoimento de ninguem é uma piada de extremo mau gosto. Esta protelação em relação ao caso me parece tem objetivo de levar o caso ao esquecimento público. Vergonha.

Comente