Uncategorized

Juiz cancela depoimento de Youssef à Câmara

Do Josias de Souza:

Responsável pela Operação Lava Jato, o juiz federal Sérgio Moro, do Paraná,cancelou o depoimento que o doleiro Alberto Youssef prestaria ao Conselho de Ética da Câmara nesta quarta-feira (2). Deve-se o cancelamento a um pedido da defesa de Youssef.

Preso em Curitiba sob a acusação de comandar um esquema que lavou R$ 10 bilhões oriundos de corrupção, Youssef seria inquirido sobre seus vínculos monetários com dois deputados: André Vargas (ex-PT-PR) e Luiz Argôlo (SDD-BA). O juiz já havia autorizado o depoimento. O doleiro falaria por meio de videoconferência.

Porém, em petição endereçada ao magistrado, os advogados de Youssef anotaram que ele não responderia aos questionamentos. E o juiz, em despacho: “Nessas condições, adiantando o preso que ficará em silêncio, sem responder qualquer pergunta, não se justifica a realização do ato, com o deslocamento do preso mediante escolta a este Juízo, com os custos e riscos inerentes.”

O silêncio de Youssef soa como música aos ouvidos da infantaria destacada pelo Planalto para não permitir que as duas CPIs da Petrobras instaladas no Congresso avancem além do desejado. A oposição quer arrastar Youssef à CPI mista, composta de deputados e senadores. Pelo jeito, o doleiro responderá a eventuais convocações com um bocejo. Se necessário, recorrerá ao STF par aver reconhecido o seu direito de calar.

1 Comentário

Comente