Uncategorized

Fifa decide não punir Zúñiga por falta que tirou Neymar da Copa

image

Por GloboEsporte.comRio de Janeiro

A CBF cobrou, os torcedores brasileiros reclamaram, mas a Fifa não vai punir o colombiano Zúñiga pela falta no jogo pelas quartas de final que tirou Neymar da Copa do Mundo. O Comitê Disciplinar da entidade soltou um comunicado oficial explicando porque não poderia punir o jogador colombiano. No mesmo aviso, o comitê também nega o pedido da CBF para retirar o segundo cartão amarelo de Thiago Silva, que suspende o capitão brasileiro para o jogo contra a Alemanha.

Segundo o Comitê Disciplinar da Copa, o lance não escapou aos olhos dos árbitros em campo, que é a primeira das duas condições cumulativas para que o artigo 77 a) do Código Disciplinar da Fifa seja aplicado.

No caso do artigo 77 b), que também permite que o Comitê reveja um lance, também não pode ser usado porque nenhum cartão foi mostrado ao jogador Zuñiga. Esse artigo só pode ser aplicado caso o árbitro mostre algum cartão para o jogador errado.

Quanto ao pedido da CBF para que o cartão amarelo que Thiago Silva recebeu no jogo contra a Colômbia, e que o suspende do jogo desta terça-feira contra a Alemanha, o comitê alegou que não existem bases legais para o requerimento. Dessa forma, o capitão brasileiro segue suspenso para as semifinais.

Neymar fraturou a terceira vértebra lombar após sofrer uma joelhada do colombiano Zúñiga, nas costas, pouco antes do final do segundo tempo. O jogo terminou com vitória do Brasil, por 2 a 1, e classificação para a semifinal, mas a perda de seu principal jogador acabou sendo uma grande derrota para o Brasil.

7 Comentários

  1. Assim caminha a humanidade. A FIFA leva um montão de dólares do Brasil sem pagar um único imposto. Exigiu obras, todas com recursos públicos, e foi atendida quase que plenamente. Agora, um viaduto caiu em BH matando 2 pessoas e ferindo outras, obra da copa, quem paga a conta? Logicamente que as famílias enlutadas terão que brigar muito para receber as costumeiras e parcas indenizações, se é que vão receber alguma coisa senão a dor e sofrimento. A perca do Neymar para o final da copa, criminosamente abatido por um louco colombiano do país da FARC e cocaína, também tem um custo. E podem crer, é maior que todo o custo da copa para nós brasileiros. E a FIFA se pronuncia que não pode aplicar nenhuma punição ao bandido colombiano? Liberem também o Luiz Soares da punição, ora, foi só uma mordidinha em relação a tentativa de homicídio contra o Neymar. Que beleza. E é claro que o nosso governo corrupto e malfeitor, como membros da FIFA também são, não irá fazer nada. Que merda de políticos nós temos nesse país maravilhoso, tão belo e tão mal governado. Vamos ver ainda, ao final da copa, a quadrilha comemorando o sucesso da copa, patrocinada pelo povo brasileiro.

  2. Agora que o cai cai tá fora, agora sim a selecinha tem mais chances de vencer, tem que tirar o Fede, urgentemente.

    No Gol: Cássio

    Zaga: Dante e Davi Luis

    Laterais: Fabio Santos e Maicon

    No meio: Luis Gustavo/ Paulinho /Fernandinho e Ronaldinho Gaucho

    Na frente: Bernard e Jô.

    Técnico: Luxemburgo

  3. A FIFA está tão perdida quanto o governo brasileiro, se não mostrou cartão amarelo para Zuniga, por que então suspendeu o jogador uruguaio que não levou cartão amarelo no lance e somente foi punido “a posteriori”? Haja paciência para entender esses picaretas da bola, que, na realidade, é a própria FIFA.

  4. Só morder que não pode, os demais pode, pode fraturar pernas, braço, cabeça, coluna, e não duvidem que até matar pode.
    Realmente é lastimável esse critério da FIFA!

  5. Tá certa a Fifa. Futebol é um esporte de contato, e o que houve foi apenas um encontrão entre dois jogadores, sem má fé, e que por infelicidade, mutilou nosso principal atleta.

  6. Se a Fifa não punir o jogador colombiano por uma jogada
    anti esportiva como esta do Neymar (que o juiz não deu nem
    um cartão amarelo) fica a nítida sensação de que futebol pas-
    sa a ser um misto de futebol americano e luta livre.

  7. Jamais poderiam punir o jogador da Colômbia, pois foi tudo um teatro.
    acorda torcedores do Brasil!

Comente