Uncategorized

Contra HIV, OMS recomenda que gays tomem antirretrovirais

Da EFE:

Pela primeira vez, a Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que os homens que mantêm relações sexuais com outros homens tomem antirretrovirais, medicamentos que impedem a multiplicação do vírus no organismo. O método, combinado com o uso de preservativos, seria usado como prevenção ao contágio pelo vírus HIV.

O aumento de contaminação entre este grupo é elevado em qualquer lugar do mundo, destaca a OMS, que estima que poderia ser alcançada uma redução entre 20% e 25% de infecção pelo vírus, se fosse usada a dupla profilaxia. Isso evitaria, de acordo com a OMS, um milhão de novos contágios na próxima década.
Ficou demonstrado, de acordo com a OMS, que tomando antirretrovirais de forma constante, o risco de contágio cai 92%.

Riscos. A OMS destacou nesta sexta-feira, 11, que o fracasso em proporcionar tratamento adequado para as pessoas que têm mais risco de contrair o vírus da aids põe em dúvida o progresso na luta contra a doença.

Os homens que mantêm relações sexuais com outros homens, presos, dependentes químicos, trabalhadores do sexo e os transexuais são os grupos que têm mais risco de contrair o vírus. Entretanto, a OMS constatou que são precisamente estes grupos os que menos recebem serviços de prevenção, diagnóstico e tratamento.

3 Comentários

  1. É SÓ PRA ISSO QUE ESSAS IMUNDICES SERVEM,PRA ESPALHAR DOENÇAS,INTERVENÇÃO MILITAR JÁ.

  2. o amigo do povo Responder

    É agora que a verba do MS para os retrovirais acaba de vez. Se já é difícil atender aos aidéticos imagine-se dar medicamentos para os gays, aí sim é que o SUS acaba de vez.

  3. Colocar esta corja de inocentes em alguma ilha acaba a raça … não há como procriar(…). End Final¹

Comente