Uncategorized

Em Cascavel, Requião abandona entrevista

07 Requiao Cbn

Na manhã desta terça-feira, Requião esteve na CBN Cascavel para falar com o jornalista Valdomiro Cantini. Tudo corria normalmente até que Cantini perguntou sobre a retirada de um aditivo que previa duplicação da BR-277. Requião não gostou da pergunta e abandonou a entrevista, que era ao vivo.

Confira o áudio da entrevista aqui.

5 Comentários

  1. ZACARIAS DE PAULA QUADROS Responder

    Tive a oportunidade de ouvir 95% da entrevista, em torno de 20 minutos de prestação de contas de um governo que traz enormes recordações pelas alegrias proporcionadas a todos os paranaenses. Agora, a coisa descambou mesmo quando o jornalistas veio com um indagação requentada e canalha que já fora amplamente respondida pelo Requião. Então, é o seguinte: Quem quiser saber como se governa de verdade um estado, perqunte-se ao Requião, por outro lado quem quiser participar de pegadinhas, assista ao programa televisivo do João Kleber. O Requião é isso; FALA, FAZ E SUSTENTA.

  2. É TÍPICO DESSE CIDADÃO,MENTIROSO,DA O TAPA E ESCONDE A MÃO,SEMPRE FOI DE TRETA COM ESSE PESSOAL DO PEDÁGIO.

  3. FALA, FAZ E SUSTENTA O QUE, CARA PÁLIDA?
    “No meu governo, pedágio abaixa ou acaba!!”
    Realmente, ele sustenta tudo mesmo!

  4. Maria Tereza Rocha Responder

    Concordo com Joe e Santino. Este “Senhor mal educado” sucateou a educação do Paraná, todos os pedidos de consertos, reformas, mesmo urgentes ficaram engavetadas. Conheço processos que de tanto pedir juntaram em um só e não atenderam em nada. Pura enganação. Gastar horrores na tv laranja já em desuso, colocar salas de informática sem estrutura de sustentação e profissionais de apoio a alunos e professores outra aberração. A informatização sem verbas de sustentação continuada e com planejamento definidos em gestão de recursos do erário público futuros matam qualquer possibilidade da utilização cotidiana dos computadores escolares. Fazer concurso público e chamar uma minoria deixando uma vasta fila de espera, outra mania do dito cujo. Isso sem contar as espécimes raras que coloca nas chefias, cabos eleitorais de competência duvidosa um pecado mortal na educação. Distância do Governo do Paraná é o que desejo para este tal Requião.

Comente