Uncategorized

Requião acha “bobagem” a denúncia de gastos com cavalos

O senador Roberto Requião (PMDB), candidato ao governo do Paraná, classificou como “bobagem” a denúncia que usou a estrutura da Polícia Militar para manter 88 cavalos de sua propriedade quando era governador do Estado, entre 2003 e 2010. As despesas, pagas com recursos públicos, foram de R$ 8 milhões. “Isso é uma bobagem, não existe, é uma palhaçada total”, afirmou à Folha de S. Paulo.

Segundo reportagem da Folha de S. Paulo, inquérito da Polícia Militar mostra que a estrutura do governo do Paraná foi utilizada para a manutenção de cavalos na gestão de Requião. Questionado após a sabatina se mantinha cavalos seus na estrebaria da PM, o senador disse: “Havia cavalos da polícia lá, faziam patrulhamento no local”.

O peemedebista aproveitou para desqualificar os responsáveis pela denúncia, apresentada no início deste ano, e que está sendo investigada pela PM e pelo Ministério Público. O primeiro requerimento à PM sobre o assunto foi feito pelo ex-deputado estadual pelo PMDB José Domingos Scarpellini, hoje afastado politicamente de Requião.

“Cavalo come capim. Quem comia o que não devia eram os deputados que aderiram ao [atual governador] Beto Richa (PSDB)”, disse o senador. Parte do PMDB era favorável à aliança com o tucano nas eleições deste ano.

12 Comentários

  1. Não é bem isso que eu sei requião!!! tem amigos meus que são pm’s que trabalhavam la e alimentavam os seus cavalos, e fora as pingas que vc tomava que custam fortunas!!!!!

  2. Uma bobagem que daria para comprar em torno de 114 viaturas de policia no valor de R$ 70.000,00 cada uma.
    Viva a Carta de Puebla…
    Quanta hipocrisia

  3. Requião vive de marketing, não faz nada e quando faz é sempre destrutivo, jamais construiu algo produtivo e útil.
    Quer ser governado novamente para poder voltar a comer camarão pistola, peixes (só comia linguado e congrio rosa), filé mignon e picanha (a desculpa para não fazer cotação da carne era que a picanha tinha um corte especial) as custas do bolso do paranaense. Os pistaches iranianos eram comprados na casa da azeitona. Tudo sem licitação ou mera cotação de preços. Lembram quando deixou o governo? Até a bomba e o filtro da piscina da granja Canguiri ele roubou, quer voltar a roubar novamente!

  4. O alto gasto com feno talvez tenha sido era para os cavalos que foram educados nas melhores estrebarias de Puebla.

  5. Taca-lhe pau Requião, é bobagem mesmo, quem gastou com as suas cavalgaduras fomos nós mesmos.

  6. Parreiras Rodrigues Responder

    Um outro ditador amava tanto assim os cavalos. Amava-os tanto que os preferia ao cheiro do povo.

  7. ELE ACHA BOBAGEM PORQUE NÃO SAIU DO SALARIO DELE FOI DOS IMPOSTOS QUE NÓS PAGAMOS E QUE ELE DEVERIA TER USADO NA SAUDE, EDUCAÇÃO E SEGURANÇA PUBLICA E NÃO USOU

  8. Raphael Junqueira Responder

    Cada dia que passa, a cada nova declaração deste ser abjeto, fica mais difícil distinguir quem é o cavalo e quem é o Senador!

  9. A IMPRENSA DA MUITA IMPORTÂNCIA A ESSE DECRÉPITO. DÊ UMA ISOLADA, MANDE ESSA COISA PRÁ CASINHA DAS LOUCAS.

  10. a inteligencia equina do requiao nao o ajuda a discernir entre épico e hipico….é caso de beócio metido a intelectual sem nunca ter lido sequer a “carta de puebla”….vadio, sem expressão intelectual ou moral lhe resta a defesa equina:o coice…..

Comente