Uncategorized

Requião admite aumentar a luz

requiao luz

O senador Roberto Requião (PMDB) já recuou em sua proposta de não reajustar, se eleito, a tarifa da luz, como estava prometendo até o mês passado. Em entrevista à RIC TV nesta semana, quando perguntado sobre o reajuste da luz, Requião recuou e desconversou: “Nós temos que examinar”.

Pelo visto já foi por água abaixo a proposta de Requião apresentada ao jornal Gazeta do Povo no dia 24 de julho, quando afirmou que retomaria a política de não fazer repasses de preço para o consumidor. Naquela reportagem sobre a Copel, Requião também negou que a política de evitar repasses à conta de luz dificultaria investimentos.

Na verdade, o próprio jornal já mostrava que a proposta seria inviável. Na reportagem, com o título “Candidatos trocam farpas sobre a Copel, mas eleito dificilmente evitará reajustes”, especialistas mostraram a inviabilidade da proposta de Requião. “Empresas de serviços públicos não podem se dar o luxo de assumir prejuízo. Os custos precisam ser absorvidos”, disse ao jornal Roberto Pereira D’ Araújo, diretor do Instituto Ilumina.

Já Lavínia Hollanda, coordenadora de pesquisas da FGV Energia e professora da Escola Brasileira de Economia e Finanças da Fundação Getulio Vargas, disse que mesmo políticas de redução de custos ou de diminuição de repasses para os acionistas neste momento não teriam tido efeito sobre o reajuste autorizado pela Aneel. “É preciso deixar claro que esse reajuste não tem qualquer relação com a eficiência da administração da empresa. É um reajuste previsto em contrato e que tem relação com o preço da energia. Isso depende dos contratos e até da condição das chuvas”, afirmou.

Apenas para lembrar, neste ano o Governo Federal aumentou a luz em 29% no Rio Grande do Sul; em 22,6% em Santa Catarina; e 23,8% no Paraná. O maior aumento foi no Pará, de 34%.

4 Comentários

  1. REQUIÃO NÃO É COMO VOCÊ FALA É BEM DIFERENTE AS COISA , PROCURE SABER MAIS DAS COISA PARA NÃO FALAR MENTIRAS….

  2. Requião, milagre quem faz é só Deus !!! Prometer o impos-
    sível é ludibriar o povão.

  3. Nova promessa do Rei: Ou abaixa a tarifa da luz ou acabamos com a Copel.

  4. Parreiras Rodrigues Reply

    O preço de qualquer produto embute insumos, pessoal, ampliação, expansão, manutenção, o escambau.
    Em não atendendo essas exigências de mercado, a empresa para, regride e o produto perde qualidade, não atende a exigência do consumidor. O resto é diálogo para bovino deitar nos braços de Morfeu.

Comente