Uncategorized

‘Contrariado’, Requião ataca imprensa e Ministério Público

Bastou a Folha de S. Paulo e a Veja repercutir os gastos de R$ 8 milhões com seus 88 cavalos e o malfadado projeto contrário à defesa do consumidor nas compras com cartão de crédito, que o senador Roberto Requião (PMDB) passou a agredir a imprensa. “A mídia canalha distorce o projeto dos cartões de credito e cria noticia idiota e sobre cavalos que nunca tive. FDPs”, postou Requião em seu Twitter.

“Bati no trambique dos cartões de credito e propus lei de direito de resposta. Folha e Veja me difamam! São uns merdas, ganharemos a parada”, adianta. Sobrou até para o Ministério Público. “MP não investiga escandalos (sic) da Copel,
estradas sem empenho e ações da Sanepar mas quer saber que capim cavalos pastavam no Kanguiri. Argh!”, escreve Requião em outro post no microblog.

requiao twitter 10.08

1 Comentário

  1. Vigilante do Portão Responder

    O projeto é ruim.

    Vamos ver:

    Estou no Supermercado, Vou pagar com cartão. Preço da compra: R$100,00.

    Caso pague em dinheiro, redução de 5%.

    Vou ao Caixa eletrônico (dentro do Mercado), saco os R$100,00, pago a compra e fico com o troco.

    Já imaginaram QUANTAS REPOSIÇÕES de dinheiro os Bancos fariam?

    – Aumento de Custos do sistema;
    – PERIGO de assaltos e quadrilhas de dinamite e maçarico;
    – Quem garante que os preços para pagamento em dinheiro serão reduzidos?

    Uma TOLICE, das grandes.

    Num futuro muito breve, os pagamentos “em dinheiro” estarão reduzidos aos pequenos valores.

    Pagamento via Celular, via computador, tablets…

    Isso, se não vingar a ideia de “CHIPAR” as pessoas (como já fazem com animais).

    Requião é CAMPEÃO em projetos desse tipo,
    Dando falso benefício.

    Cadê o resultado do Cadastro Positivo.

    Lembram,

    Lula, véspera de campanha, fez “auê” na mídia, com o projeto.
    Reduziria os Juros para “bons pagadores”.

    Passada a eleição, não se ouviu mais falar do projeto.

Comente