Uncategorized

Edson Casagrande lamenta morte de Eduardo Campos

Edson Casagrande, Coordenador Estadual da Campanha de Eduardo Campos e Marina Silva, no Paraná, emitiu nota de pesar pela morte de seu candidato à presidência da República, Eduardo Campos. É o que segue:

Nota de pesar
Com muita tristeza que recebi a notícia da morte de Eduardo Campos, candidato a presidente da república pelo partido a qual faço parte, o PSB. Nos últimos meses, tive a oportunidade de conviver com esta brilhante liderança, homem sério e de visão política e administrativa inovadora e promissora. Nessa curta, mas enriquecedora jornada ao lado de Eduardo Campos, aceitei dois convites por ele feito a mim: o primeiro foi me filiar ao PSB – PR e o segundo coordenar sua campanha à presidente no Paraná. Convites que recebi com honra e cordialidade, pois tive a certeza de que o pedido vinha de alguém correto e qualificado a representar os brasileiros como presidente do Brasil.

O dia de hoje fica marcado não apenas pelo falecimento de um candidato a presidente, mas pela perda de uma figura que se tornava icônica no processo de reconstrução da política brasileira. Eduardo Campos, o governador que foi reeleito com mais de 80% dos votos e de aprovação no estado de Pernambuco e que cumpriu seu segundo mandato com 90% de aprovação do povo pernambucano, deixa uma lacuna, um espaço em branco na busca por uma nova forma de administrar o país e suas relações, em um momento em que todos buscam soluções para tantos problemas. Perdemos um líder, um brasileiro arrojado e moderno na maneira de administrar, de pensar e de se relacionar com o povo brasileiro.

O tempo e as boas decisões nos dirão os caminhos que seguiremos, mas a perda é insubstituível. A família de Eduardo Campos, meus mais sinceros sentimentos.

Edson Casagrande

Coordenador Estadual da Campanha Eduardo Campos e Marina Silva, no Paraná.

Comente