Uncategorized

Cidades do Paraná estão entre as que têm melhor saneamento do país

Entre as maiores cidades brasileiras, Maringá está em segundo lugar no Ranking Saneamento nas 100 Maiores Cidades. Divulgado nesta quarta-feira (27) pelo Instituto Trata Brasil, o levantamento utilizou os dados mais recentes do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), com ano-base de 2012. Além de Maringá, Curitiba também aparece em destaque, na primeira colocação entre todas as capitais. Ainda estão em posição privilegiada no cenário nacional as cidades de Ponta Grossa, que aparece em 11º lugar, Londrina (13ª posição), Cascavel (27ª), Foz do Iguaçu (40ª) e São José dos Pinhais (61ª posição).

“Os números refletem os investimentos da Sanepar para ampliar a cobertura com os serviços de água tratada e de coleta e tratamento do esgoto doméstico nos 346 municípios em que atua”, afirma o governador Beto Richa (PSDB). Destacam-se, de modo muito particular, Cascavel, que subiu 18 posições em relação ao ranking do ano passado, e Ponta Grossa, que subiu sete posições.

SITUAÇÃO NACIONAL – A média nacional de atendimento com água tratada é de 82,7% da população. Nas 100 maiores cidades, 92,2% dos moradores têm cobertura. Na Sanepar, este índice é de 100% desde a década passada, o que configura a universalização do serviço.

Quanto ao esgoto doméstico, a média nacional de cobertura é de 48,29%. Nas 100 maiores cidades, o serviço é oferecido para 62,46% da população. Na média da Sanepar, em 31 de dezembro de 2012 (data de referência da coleta dos dados) a cobertura era de 62,11 e hoje é de 64,45. Neste aspecto, mais uma vez Curitiba é citada como “destaque positivo”.

UNIVERSALIZAÇÃO – Pela primeira vez, o Trata Brasil apresenta a evolução dos indicadores nas 20 melhores e nas 20 piores cidades, observando como referência os avanços no período de 2008 a 2012. Esta análise permite avaliar se os municípios estão caminhando, ou não, para alcançar as metas de universalização do serviço previstas pelo governo federal no Plano Nacional de Saneamento Básico (Plansab). As metas do Plansab são coletar 92% do esgoto doméstico e tratar 86%.

De acordo com o estudo divulgado, em 2012, Maringá, Curitiba e Londrina já tinham o serviço de esgoto universalizado. Embora não conste do estudo, nas cidades de Ponta Grossa, Cascavel e Foz do Iguaçu, o serviço oferecido pela Sanepar já estava universalizado em 2012.

3 Comentários

  1. Parreiras Rodrigues Responder

    O que não seria possível com a adoção de políticas populistas, demagógicas, paternalistas, como o congelamento das tarifas. Como melhorar, moderrnizar, aperfeiçoar se não houver investimento?
    A promessa do outro candidato é mesmo a mostra do atraso que o caracteriza. E precisa parar com a mania de pensar que ainda existem trouxas que se iludem com suas promessas mentirosas, como a do Pedágio, Abaixa ou Acaba, por exemplo.

  2. Vigilante do Portão Responder

    Vai que o Sandro não sabia disso?

    O apresentador na entrevista do Beto Richa, insistiu em dizer que a Sanepar é alvo de ação da PF.

    Aliás, já notaram que CHGA perto da Campanha, a RPC e a Gazeta colocam matéria sobre a Sanepar?

    Aliás II, Como anda a Ação contra a Sanepar.

    Chegaram a Filmar o “LADRÃO” da represa, dizendo que era “cano Clandestino.

    Explico:

    A ESTAÇÃO tem uma capacidade de tratamento.
    Quando chove muito, a vazão que CHEGA, via canais, é MAIOR.
    A Estação não suporta e joga o excesso fora.

    Se há um culpado para a demora em Universalizar a Coleta e o Tratamento do Esgoto,

    É o Sr. REQUIÃO,
    Que, ao seu tempo de governador,

    CONGELOU a tarifa, impedindo investimento.

  3. jandira sem esperança Responder

    Será? E o escândalo da Sanepar que a policia Federal flagrou jogando todo o esgoto sem tratamento nos rios do Paraná? E cobrava dos consumidores o tratamento! Tem algo errado nesta pesquisa.

Comente