Uncategorized

Boa Vista e Cachoeira estão com Beto Richa, diz Fernanda

fernanda gif 30.08

Nesta sexta-feira (29), Fernanda Richa visitou os moradores dos bairros Boa Vista e Cachoeira. Com adesivos nas mãos e muito entusiasmo, Fernanda bateu de casa em casa, conversando com cada família em mais um dia de trabalho de campanha pela reeleição do governador Beto Richa.

Num abraço, nas risadas ou no convite para o café, cada morador, à sua maneira, foi demonstrando seu apoio e confirmando seu voto. Fernanda retribuiu o carinho e agradeceu a confiança no trabalho de Beto. “A consideração e o respeito que essas pessoas têm por nosso trabalho só aumenta nossa responsabilidade. É um povo cheio de sonhos e esperança, que merece o nosso melhor. Não podemos e não vamos decepcioná-lo”, disse Fernanda.

A campanha também tem ganhado força de lideranças locais e entidades comunitárias. No mesmo dia ela se encontrou com lideranças locais e recebeu o apoio de importantes entidades comunitárias da região, como o Clube de Mães Estrela do Amanhã, a Pastoral da Criança do Cachoeira e de lideranças da Vila Leonice.

SAÚDE NOS BAIRROS – Beto fez muito pelos moradores dos bairros Boa Vista e Cachoeira. Na gestão como prefeito, as famílias da região ganharam mais saúde com a reforma das Unidades de Saúde 24 horas Boa Vista e Abaeté e construção da Unidade de Saúde Vila Esperança.

Com governador, Beto se dedicou em melhorar ainda mais o atendimento à população. No ano passado, ele anunciou investimentos de R$ 54,2 milhões para a saúde em Curitiba e Região Metropolitana. Deste total, R$ 30 milhões serão para a construção do Hospital Municipal da Zona Norte. Com R$ 6,2 milhões serão construídas cinco unidades básicas de saúde na capital e outros R$ 18 milhões irão para a construção de um centro de atendimentos especializados.

TRANQUILIDADE– A população dali também agradece uma importante conquista para os trabalhadores que utilizam os terminais de ônibus da região para conexão com a Região Metropolitana. Beto foi o primeiro governador a conceder subsídio para passagens dos ônibus da Rede Integrada de Transportes (RIT), com mais de R$ 220 milhões repassados para a Prefeitura de Curitiba, para evitar o aumento da tarifa e manter a integração.

Comente