Uncategorized

O atentado de candidatos e marqueteiros contra
o léxico

henry milleo - gazeta do povo

A Gazeta do Povo publicou uma série de erros que os candidatos já cometeram durante os programas eleitorais. Tem desde “impitiman” até “agente”, que não é do FBI. No programa de Roberto Requião (PMDB), aparece na legenda a frase: “ que ponto chegou (…)”. Sobrou um ‘h’ e um acento, a forma correta desta sentença é: “A que ponto chegou (…)”.

A galeria de erros pode ser conferida aqui.

2 Comentários

  1. Este pessoalzinho da praça Carlos Gomes está ficando muito saído, mas porque em vez de policiar o trololó dos demagogos não cobram o mesmo da Poderosa local, volta e meia estão assassinando a nossa pobre língua portuguesa.

  2. NA CORDA BAMBA Responder

    Se os candidatos precisassem estar alfabetizados não so-
    braria nem o cachorro da esquina… As propagandas eleito-
    rais são uma verdadeira afronta à nossa paciencia.

Comente