Uncategorized

Programa de Dilma compara Marina a
Collor e Jânio

dilma_-_janio

Do G1:

No horário eleitoral desta terça-feira (2), os programas de Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) dirigiram críticas diretas à candidata do PSB, Marina Silva, que, segundo as últimas pesquisas eleitorais (*), venceria a presidenciável petista em um eventual segundo turno. A propaganda de Dilma na TV chegou a comparar Marina aos ex-presidentes Jânio Quadros e Fernando Collor de Mello.

Enquanto eram reproduzidas imagens de Jânio e de um jornal que estampava o impeachment de Collor (veja imagem ao lado), um locutor afirmava: “Duas vezes na nossa história o Brasil elegeu salvadores da pátria, chefes do partido do eu sozinho. E a gente sabe como isso acabou. Sonhar é bom, mas eleição é hora de colocar o pé no chão e voltar à realidade.”

A peça de Dilma ho horário eleitoral reproduziu trechos do debate promovido nesta segunda (1º) por SBT, Folha de S.Paulo, UOL e rádio Jovem Pan nos quais a presidente fez referência ao fato de que, se eleita, sua adversária do PSB terá uma pequena base de apoio no parlamento. “Sem o apoio no Congresso, não é possível assegurar um governo estável, sem crise institucional”, diz Dilma na cena do debate editada na propaganda eleitoral do PT.

Logo em seguida, um ator afirma na TV que a presidente da República “reúne tudo o que um governante precisa”. “Tem conhecimento dos problemas, sabe como construir as soluções e tem força política para realizar os seus projetos. Porque em uma democracia, ninguém governa sem partidos. Ninguém governa sozinho”, enfatiza.

A propaganda do PT observa que, atualmente, a base de apoio à candidata do PSB na Câmara soma 33 deputados. “Sabe de quantos ela precisaria para aprovar um simples projeto de lei? No mínimo, 129. E uma emenda constitucional? 308. Como é que você acha que ela vai conseguir esse apoio sem fazer acordos? E será que ela quer? Será que ela tem jeito para negociar?”, ressalta a propaganda do PT.

O PT também criticou no horário eleitoral o fato de, no programa de governo do PSB, haver apenas uma linha falando sobre o pré-sal, o que, na opinião da campanha petista, é pouco.

6 Comentários

  1. Poia é, quem trabalhou muito para derrubar o Collor, foi o PT, e hoje o Collor é unha e carne com os petistas, ambos se merecem.
    Agora quem realmente merece uma comparação irreparável é a do governo do petista com a da Cristina da Argentina, Castro de Cuba e do Evo Morales da Bolivia.
    Não podemos arriscar mais nosso voto em quem põe nossa frágil democracia a se perder totalmente nas mãos dos petralhas.

  2. O povo brasileiro ainda da muito credito a quem vem de baixo .Acreditam muito em salvador da patria.E nem sempre ou quase nunca sao realmente preparados para o cargo.Gente:ser presidente desta naçao nao e ser Sindico de condominio.e coisa seria vamos votar com a razao e nao com a emoçao!

  3. COMPARAR MARINA COM COLLOR E JANIO QUADROS, É UMA COMPARAÇÃO DE DESESPERO DE LULA DILMA ETC,,PARECE QUE O PT ACHAM NÓS BRASILEIROS BOBOS ETC.. QUEM ESTA COM DILMA É O COLLOR , QUE NUNCA OS BRASILEIROS DEVERIAM ACEITAR ELE, NA POLÍTICA , COLOCARAM ELE NO SENADOR … FALAR O QUE… HOJE O CERTO ERA MARINA X AÉCIO , AI OS BRASILEIROS IAM ESCOLHER, O MELHOR MAIS NÃO ELES QUEREM É ROLO SOBRE ROLO,, MUDA BRASIL OU MARINA OU AÉCIO NEVES…. NETO DO QUERIDO SAUDOSO TANCREDO NEVES….

  4. Álvaro Barros Responder

    Mas é fácil conseguir apoio total no congresso e na câmara ! é soltar o dinheiro como o P.T. faz !

  5. Quanta ingratidão do pestismo, hoje o caçador de marajás é até aliado do pestismo, mas a propaganda pestista não conta, não dá voto. E só vamos saber se a ex-seringueira é outro Jânio ou Collor depois que ela assumir o Governo, antes disto é adivinhação. Quem entende de adivinhação é o Desgoverno pestista, vivem imaginando que vivemos na Terra do Nunca, aqui tudo é tão bom que até já inflação sumiu.

Comente