Uncategorized

No Paraná, estrela petista naufraga, diz Veja

De Reinaldo Azevedo, Veja:

Se, em Minas, o PSDB corre o risco de passar o bastão para o PT, no Paraná, a situação do tucano Beto Richa é folgada. Segundo o Datafolha, se a disputa fosse hoje, ele seria reeleito no primeiro turno, com 44% dos votos. No dia 15 de agosto, tinha 39%. Roberto Requião, do PMDB, caiu de 33% para 28%, e Gleisi Hoffmann, do PT, oscilou de 11% para 10%. Votariam em branco ou nulo 8%, e 6% dizem não saber. A pesquisa foi realizada entre os dias 8 e 9 de setembro. Foram entrevistados 1.201 eleitores em 46 municípios do estado. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-584/2014.

Embora Richa vencesse no primeiro turno, há uma simulação de segundo: Richa, com rejeição de apenas 16%, venceria Requião, com rejeição de 27%, por 53% a 33%. O Paraná é mais um estado em que uma estrela petista naufraga espetacularmente: a ex-ministra da Casa Civil Gleisi Hoffmann.

4 Comentários

  1. Vigilante do Portão Reply

    Ela (Gleisi) que não se cuide. Pode perder, em votos, para o Gomyde.

    Já imaginaram?

  2. O Paraná nunca teve tantos ministros como nos últimos 3 mandatos presidenciais e o resultado… 10% de intenções de voto no partido delles. Belo trabalho!

  3. Beatrix Kiddo Reply

    Se em Pindorama o jogo ainda está indeciso aqui na província já está decidido. Como pouca desgraça é bobagem a princesinha ferrou de vez com a companheirada, muita gente vai parar na rua já depois do Ano Novo. Ou vai depender da caridade de Brasília para não ir parar debaixo da ponte. .

Comente