Uncategorized

Marina perde votos em fatias representativas do eleitorado

marina silva 2

De Mauro Paulino, Diretor-Geral do Datafolha e Alessandro Janoni, Diretor de Pesquisas do Datafolha, Folha de S. Paulo

A pesquisa divulgada nesta sexta-feira (19) confirma a tendência de queda da candidata do PSB, Marina Silva, e de leve reação do tucano Aécio Neves.

Os ataques que a ambientalista passou a sofrer desde que assumiu o protagonismo na disputa pela Presidência da República podem explicar o movimento de parte de eleitores que haviam abandonado a candidatura tucana.

Os resultados da semana passada já retratavam o início do desgaste da ambientalista, que conhecia então sua maior taxa de rejeição. Agora, além de variar de maneira mais expressiva nas intenções de voto, a ex-ministra vê a reprovação a seu nome bater novo recorde, dobrando sua rejeição inicial. Esse aumento se deu especialmente em cidades menores, abaixo de 200.000 habitantes.

Veja a análise, na íntegra, aqui.

3 Comentários

  1. Doutor Prolegômeno Responder

    O Brasil segue o seu destino manifesto de república bananeira. Faz parte do seu DNA. Não tem como fugir à esta condenação hereditária. Mesmo quando, por pouquíssimo tempo, acreditava-se que, finalmente, o Brasil do futuro, prometido por nosso avós tinha chegado, viu-se que não passava de um engano. O tal gigante que se levanta na propaganda do uísque, logo se deita novamente de barriga ao sol e volta à sua letargia atávica.

  2. Vigilante do Portão Responder

    Vai perder mais.
    É só o povo perceber que ela é titubeante.

    Lembro do caso dos Transgênicos, Ela e o Napoleão de Hospício, cerraram fileiras CONTRA os alimentos geneticamente modificados.

    Leiam as matérias da época.

    Ela foi CONTRA o uso de Célula Tronco.

    “Embaçou” todas a hidroelétricas em projeto ou em construção.

    Por ela, estaríamos usando lamparinas.

    Lamparinas?

    NÃO!

    Usa querosene e faz muita fumaça.

Comente