Uncategorized

Empresária que anunciou mesa na internet conta que foi amordaçada por bandidos

quadrilha-internet

De Elizangela Jubanski e Bruno Henrique, Banda B:

Uma empresária que anunciou a venda de uma mesa em um site de compra e venda pela internet contou à Banda B que foi amordaçada pelos bandidos, antes de ver a casa ser assaltada. A prisão da quadrilha aconteceu na tarde desta terça-feira (23) depois de uma troca de tiros e hoje pela manhã três deles foram apresentados pela Delegacia de Furtos e Roubos (DFR). Um foi baleado e segue internado.

A quadrilha agia em Curitiba e também na região metropolitana a partir de sites de compras e vendas pela internet. Uma empresária contou que anunciou uma mesa de seis lugares e recebeu os bandidos em casa, no bairro Xaxim. “Dois homens e uma mulher viram a mesa, gostaram e até pediram desconto. Disseram que um irmão precisava ver antes de fechar negócio e foram embora. Eles voltaram no fim da tarde, apenas os três, entraram, disseram que iam levar a mesa, mas logo me amarram na sala e anunciaram o assalto”, descreveu. Ela e o filho foram amordaçados na sala e diversos equipamentos, produtos eletrônicos e o carro da família foram levados.

As investigações apontam que a quadrilha agia com bastante brutalidade. Em uma das casas, um deles estuprou uma jovem, filha do proprietário da casa, e filmou a ação. Em outra, deram uma coronhada em uma criança de apenas 10 anos.

De acordo com o delegado Marcelo Magalhães, a quadrilha estava sendo monitorada há cerca de 6 meses. “Após a primeira visita, eles voltavam no dia seguinte e realizavam o assalto a mão armada. Era o mesmo modus operandi. Faziam esse primeiro contato para ver se o local era bom para fuga, se tinha câmeras de segurança”, contou.

Na operação para prender a quadrilha, intitulada ‘Mau Negócio’, que aconteceu na tarde de ontem em São José dos Pinhais, um dos integrantes reagiu e foi baleado. Adenir Alves Ferreira segue internado. Já Cleberson de Souza, 37 anos, Alisson Rodrigues de Lima, 19 anos, e Eriléia Fernanda da Silva Vaz, 29 anos, foram presos. Eles portavam uma pistola ponto 40 com a numeração raspada. Um quarto elemento, uma mulher, não foi apresentada por ter a confirmação de que fazia parte da quadrilha. Ela estava com um dos carros das vítimas levado durante os assaltos.

O trio será indiciado por assaltos a mão armada, porte ilegal de arma e um deles também pelo crime de estupro.

3 Comentários

  1. -Para o autor do estupro contra a filha do proprietário, este vai virar a “mocinha” na cadeia e os demais presidiários também deverão filmar ele sendo currado!!!
    -O autor da coronhada na cabeça do menino, este vai apanhar todo dia de chinelo nas partes íntimas até virar mocinha também!!!!
    -Por que a Polícia Civil não os solta e deixe a justiça popular fazer o resto!!!!

  2. Mas não esquentem as suas cabeças, daqui só a alguns dias o trio volta às ruas para novamente reiniciar os trabalhos interrompidos. O trio só está dando um tempo no casão. Hoje até vender virou coisa de risco.

Comente