Uncategorized

Levy Fidelix pedirá proteção à Polícia Federal

Levy-9

Do Globo:

Após fazer declarações homofóbicas durante o penúltimo debate presidencial, o candidato do PRTB à Presidência, Levy Fidelix, vai pedir proteção à Polícia Federal nesta reta final das eleições. No domingo à noite, Fidelix atacou a comunidade LGBT, gerando uma série de protestos nas redes sociais. Coletivos contra a homofobia já anunciaram que vão fazer atos contra o candidato. No comitê de campanha da legenda, na Alameda dos Tupiniquins, em Moema, Zona Sul de São Paulo, os portões permanecem fechados com segurança privada na porta.

— Tudo que eu tinha para falar eu já falei ontem — se limitou a dizer no final da tarde Fidelix.

Segundo o advogado Marcelo Duarte, que representa o candidato, Levy Fidelix não irá se pronunciar sobre o assunto. Duarte anunciou que o pedido é para garantir a segurança de Fidelix:

— Como candidato, ele tem este direito. Até hoje ele não o fez por não achar necessário, mas as circunstâncias mudaram — explicou o advogado afirmando que o candidato não vai se retratar sobre a questão. — Não há do que se retratar. Meu cliente disse que prefere eles de um lado e ele do outro. Isso não é crime.

Durante o debate da rede Record, a candidata Luciana Genro (PSOL) questionou o candidato sobre as políticas públicas dele para sobre união homoafetiva e políticas públicas relacionadas à comunidade LGBT. Levy polemizou ao relacionar homossexualidade à pedofilia na resposta:

— Aparelho excretor não reproduz. Como é que pode um pai de família, um avô ficar aqui escorado porque tem medo de perder voto? Prefiro não ter esses votos, mas ser um pai, um avô que tem vergonha na cara, que instrua seu filho, que instrua seu neto. Vamos acabar com essa historinha. Eu vi agora o santo padre, o papa, expurgar, fez muito bem, do Vaticano, um pedófilo. Está certo! Nós tratamos a vida toda com a religiosidade para que nossos filhos possam encontrar realmente um bom caminho familiar.

Durante todo o dia, grupos de direitos LGBT se manifestaram contra as posições defendidas por Levy.

Desde o início da manhã desta segunda-feira, Levy Fidelix está isolado no segundo andar da sede nacional do PRTB. O vai e vem de assessores e colaboradores é intenso. O medo de represálias fez com que todas as placas e propagandas instaladas próximos ao imóvel da Alameda dos Tupiniquins fossem retiradas.

Os carros do candidato que estavam estacionados na rua foram recolhidos à garagem da sede do PRTB. Pelo menos outros quatro carros estacionados na via tiveram sua propaganda removida. Uma placa de um metro e meio posicionada na frente da entrada principal do imóvel com a imagem de Fidelix com sua filha Lívia, candidata à Câmara dos Deputados foi guardada.

O candidato do PRTB, que defendeu posições homofóbicas durante o penúltimo debate presidencial realizado no domingo à noite, só está recebendo os aliados mais próximos. Oficialmente, a restrição é por conta da data. Segundo funcionários da legenda, hoje, Levy está fechando pessoalmente as contas da campanha.

DENÚNCIAS

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e a candidata à presidência da República do PSOL, Luciana Genro, protocolaram nesta segunda-feira representações ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pedindo a cassação do registro de candidatura do presidenciável Levy Fidelix (PRTB) e punição por homofobia.

Em sua denúncia, o PSOL diz que Levy “incitou a violência e a discriminação contra a população LGBT por meio de verdadeiro discurso de ódio e ofensa à coletividade LGBT”. Já a OAB diz que o discurso do presidenciável configura crime eleitorai e contra a paz pública. Outros presidenciáveis também se pronunciaram sobre a fala de Levy nesta segunda-feira.

A Defensoria Pública de São Paulo recebeu quatro denúncias entre domingo e segunda. O Núcleo Especializado de Combate a Discriminação, Racismo e Preconceito do órgão ainda está analisando o caso. No entanto, a assessoria informou que a opinião dos defensores é de que houve homofobia e crime de ódio. O núcleo estuda se usará a legislação eleitoral ou estadual, como a lei 10.948/2011 de São Paulo, que dispõe sobre as penalidades a serem aplicadas à prática de discriminação em razão de orientação sexual, para acionar o candidato.

O braço eleitoral do Ministério Público Federal também está analisando o caso. Neste domingo, internautas divulgaram o site do MPF para que fossem feitos registros de denúncias ao órgão. A assessoria do MPF informou que recebeu “várias denúncias” vinda de todo o país pelo canal de atendimento ao cidadão e, por o sistema não ser unificado, ainda não há um levantamento do número total de reclamações.

O MPF também informou que não houve crime eleitoral nas afirmações de Levy. Entretanto, as denúncias estão sendo analisada “para verificar se as falas podem incorrer em crimes em outras esferas (criminal, cível, etc)”.

14 Comentários

  1. EU ACHO QUE O FIDELEX DEVERIA FICAR CALADO SOBRE ESSE ASSUNTO, CADA UM SABE DE SUA VIDA, VEJA QUE DIFERENÇA … ESSE ASSUNTO ESTA BOMBANDO PIOR QUE ISSO É MENSALÃO A PETROBRAS É SAÚDE A SEGURANÇA ETC, OS BRASILEIROS NEM QUEREM SABER ISSO, ACORDA BRASILEIROS CHEGA DE DORMIR,,,,

  2. Pais “Democrático” é isso: da direito de se expressar o que o individuo pensa. Cada um faz o que quer da sua vida agora se o candidato não concorda que dois iguais se unam acho que é direito dele expressar sua opinião.

    Muita polemica por vivermos num pais democrático.
    Quem ta ganhando com isso é o candidato que nas redes sociais está recebendo mais elegios do que críticas pelo que falou.

    Cada um no seu espaço respeitando o espaço do proximo e segue a vida.

  3. Discurso de ódio! Troca a palavra “gay” por “negros”, “mulheres”, ou “judeus” queria ver se ele já não estava preso… Respeito para todos!

  4. João da Silva Responder

    Interessante ver é que vivemos em uma ditadura dos grupelhos! Quem é contra, tem a obrigação de permanecer calado, sob pena de sofrer represálias físicas e psicológicas…..ser tachado de racista, homofóbico, reacionário, que está incitando a violência…..Brasil vai mal, graças aos militantes do caos e os idiotas úteis! Que o Fidelix falou de forma grotesca, falou….porém não foi homofobico, não pregou violência….apenas se manifestou! E aliás, salvo a forma, muitos concordam com ele! Acho engraçado vivermos nesta tirania, manipulados por grupelhos, caindo como patos em teses de homicídios e violência contra negros, contra mulheres, contra gls…..quem não concorda com as minorias está fu…..tempos difíceis! Adeus liberdade, inclusive de fazer piadas, e dizer idiotices! Pior ver que após o debate, Marina Silva vai tentar ganhar votos dos LGBTs processando o candidato….Dilma vai conversar com os líderes, a Luciana Genro(socialista milionária) também quer a cabeça do cara, e…mais assustador, a desordem dos Advogados militantes do Brasil, vai entrar com processo para caçar a candidatura do cara…alegando o que? Agora…processar a Dilma por defender negociar com terrorista a OAB não quer(que está na Constituição, repúdio a terrorismo), a OAB milita, chuta os fraquinhos e se borra de medo dos poderosos…..colaboram com o caos chamado Brasil….

  5. Depois nós é q somos intolerantes,ninguém tem nada contra os gays,o q não aceitamos é o q fazem. O Fidelix, também já ganhou meu voto pela sua coragem.

  6. Pronto: o cara conseguiu o que queria, que era chamar a atenção para a sua candidatura anã: não apenas pelo que disse, mas pela forma como as bobagens ditas foram repercutidas. E olha que vai ter gente votando no sujeito por conta destas asneiras.

  7. DEIXA O CARA FALAR!!!! É DEMOCRACIA OU NÃO? SE É DEIXA ELE FALAR! ATÉ ELE FALOU PORQUE FOI QUESTIONADO!
    Todos tem o direito de até ficar indignado com o que ele falou, mas mesmo assim ele tem o direito de falar!
    Palhaçada essa de ser falar algo contra o movimento LGBT querem processar, e apedrejar a pessoa!
    Sou da minoria que apoia o Levy.

  8. Eu já sou da maioria que apóia o Levi. Muitos tem medo de se expressar. As minorias devem ter seu espaço, mas nunca subjulgar a maioria. Os que querem te processar são uns idiotas.
    “O PT está pondo no rabo de todo mundo e ninguém fala nada” !!!
    Será que somos todos gays ?

Comente