Uncategorized

Rosane Ferreira diz que suas despesas eram legais

Em nota enviada ao Blog, Rosane Ferreira (PV) afirma que as despesas pagas pela Assembleia estavam de acordo com as normas do legislativo e que ela, Rosane, não cometeu nenhuma ilegalidade.

A nota é o texto que segue:

Conforme a matéria veiculada em seu site nesta terça-feira, dia 30 de setembro de 2014, intitulada de “Assembleia pagou despesas pessoais de Rosane Ferreira, a vice de Requião”, cabe o seguinte esclarecimento:
De acordo com a Resolução 003/2004 da Assembleia Legislativa do Paraná, as possibilidades de gastos das verbas de gabinete com a permissão de seus ressarcimentos estão claras no artigo 1º, onde fica instituída a Verba de Ressarcimento destinada ao reembolso de despesas com passagens, telefones, correspondência, moradia, refeições, combustível, aluguel e manutenção do escritório, aluguel de veículos, diretamente relacionadas com o exercício do mandato parlamentar.
A sua afirmação de que utilizei a verba de ressarcimento para pagamento de ‘despesas particulares’ não é verdade, uma vez que possuo sim um escritório parlamentar na cidade de Araucária e todas as despesas e notas apresentadas são referentes a este imóvel.
Quem me conhece e acompanha meu trabalho parlamentar, sabe que o imóvel se encontra ao lado do consultório médico de meu marido, não se confundindo com este, tanto que as faturas são em meu nome e não no dele.
As despesas referentes a rádio, jornal e outdoors são relacionadas à divulgação de atividades parlamentar, ou seja, prestação de contas do mandato.
Diante de todo o exposto, as declarações trazidas pela matéria são infundadas, caluniosas e induzem o leitor ao erro.
Por isso, ciente da sua responsabilidade como jornalista, estou certa que restabelecerá a verdade dos fatos.

Rosane Ferreira

1 Comentário

Comente