Uncategorized

A virada inacreditável

marina e aécio debate band

A virada de Aécio Neves (PSDB) pode ser considera mais surpreendente que a ascensão de Marina Silva (PSB). Aécio, que na primeira semana de setembro chegou a ter menos da metade das intenções de voto de Marina nas pesquisas (34% x 14% no primeiro Datafolha de setembro, 38% x 17% no Ibope da mesma semana), chegou na véspera das eleições como o favorito para disputar o segundo turno com Dilma Rousseff (PT). Ibope e Datafolha colocaram Aécio Neves à frente de Marina Silva hoje.

Resta saber se amanhã as urnas confirmarão a virada histórica de Aécio.

5 Comentários

  1. A rejeição em relação a ele é maior do que em relação à Marina, de modo que se ele for pro 2º turno os votos da Marina não irão integralmente pro Aécio. Se a Marina for para o 2º turno eu acredito que os votos do Aécio serão dela quase na totalidade.

  2. A rejeição que não existe, e devia existir, é em relação ao modelo de contabilização de votos de nossas ‘urnas-eletrônicas’, pois alguém já confessou ‘vamos fazer o diablo para vencer as ‘eleições’ ‘, o que permite imaginar-se o impensável. Cenário de ‘empate-técnico’ sem qualquer papel registrando os votos de 142 milhões de votantes. Tudo ‘digitalizado’, sem rastros. Apesar de quase todos serem contra o Bingo e o Caça-Níquel, não dão-se conta de que os princípios e os dispositivos mecânicos utilizados na ‘urna-eletrônica’ são exatamente os mesmos utilizados nos bingões, por exemplo, e, portanto, suscetíveis a adulteração, infelizmente (mas realmente). Corretíssima a frase do inteligente repórter: ‘Resta saber se amanhã as urnas confirmarão a virada histórica de Aécio’.

  3. Importante essa virada, afinal o Aécio, com todos os seus defeitos
    é a única alternativa a essa corja de bandidos corruptos e nazifascistas que tomaram conta do país!.

  4. sergio silvestre Responder

    Como inacreditável,é só ler meu comentário de 10 dias atráz onde eu dizia que o Aécio seria companheiro de Dilma no segundo turno,se essa não levar tudo no primeiro;.

Comente