Uncategorized

Gleisi atribui derrota a “ódio contra o PT”

unnamed

André Gonçalves, Gazeta do Povo

Terceira colocada na disputa pelo governo do Paraná, com 14,87% dos votos válidos, a senadora Gleisi Hoffmann diz que o principal fator para o fraco resultado nas urnas foi uma campanha de “desconstrução” do PT promovida pelos tucanos. “As pessoas me cumprimentavam e diziam assim: ‘Olha, gosto muito de você, mas não vou votar em você porque você é do PT’. As pessoas estavam emocionalmente envolvidas com esse ódio. Aí ficava difícil argumentar”, descreve a petista.

Gleisi, que contou na chapa com PDT e PCdoB, também reclamou da “ausência” do ex-senador pedetista e vice-presidente de Agronegócios do Banco do Brasil, Osmar Dias. “Se você me perguntar o sentimento que eu tenho em relação à participação do Osmar na campanha, é de decepção.” Na última segunda-feira, Osmar entrou em licença não remunerada para trabalhar na campanha de Dilma Rousseff.

Qual é o diagnóstico da derrota na disputa pelo governo do estado?
Eu tinha que ter feito esse debate, em defesa do futuro do Paraná. Nós tivemos fatores que foram preponderantes para esse resultado. Um atinge não só o Paraná, mas vários estados brasileiros, concentrados no Sul e no Sudeste, que é uma campanha de desconstrução e de ódio contra o PT. Eu já fiz várias campanhas, não apenas como candidata, e essa foi uma das mais difíceis. Foi emocionalmente difícil. Parecia que o PT era responsável por todos os problemas da sociedade brasileira, inclusive dos problemas pessoais das pessoas. Não estou dizendo que o PT não tem erros e problemas, mas se cobra do nosso partido de forma muito mais veemente que de outros.

Como foi lidar com esse ódio no cotidiano da campanha?
Nunca tive nenhuma situação de animosidade, de cumprimentar alguém e não ser cumprimentada… Mas as pessoas me cumprimentavam e diziam assim: “Olha, gosto muito de você, mas não vou votar em você porque você é do PT”. As pessoas estavam emocionalmente envolvidas com esse ódio. Aí ficava difícil argumentar. Outro problema, e eu acho que esse é de minha responsabilidade, foi minha ausência política do estado. Eu fui chamada para ser ministra da Casa Civil, aceitei e me dediquei de corpo e alma. Eu sabia que era um ministério interno, de “retranca”, quase sem exposição. Eu não fiz uma política de comunicação adequada para mostrar de que forma eu estava ajudando. E sem informação as pessoas não tinham como ter referência desse trabalho.

De que forma a sra. acredita que esse ambiente foi construído?
No Paraná foi algo construído politicamente, deliberadamente mesmo. Eu não dei a devida importância a isso, achei que as pessoas refletiriam melhor. Reiteradamente o governador falou que eu não colaborava com o estado. Eu pensava que não ia colar, afinal, tinha tantas coisas do governo federal acontecendo, programas, obras… Achei que as pessoas não iam se deixar levar por um argumento raso desses.

Então a sra. avalia agora que subestimou os ataques que recebeu como ministra?
Subestimei. Achei que não seria tão eficiente. Aí juntou com minha ausência política. Aliás, se eu como ministra fizesse articulações voltadas para o Paraná, isso com certeza seria motivo de críticas não só a mim, mas à presidente. Eu procurei fazer a boa política – levar ao estado programas, investimentos, mas não me utilizar do cargo para fazer articulação em benefício próprio. Vou dar um exemplo: eu participei de todos os Planos Safra, que interessam diretamente ao Paraná, mas quem dava entrevista sobre o assunto era o ministro da Agricultura. Tudo isso, finalmente, também teve consequência na formação de alianças eleitorais.

A coligação da sra. contou só com PCdoB e PDT. Além disso, houve prefeitos do PDT que apoiaram a reeleição do governador. A sra. se sentiu traída por algum aliado? Alguns nomes como Gustavo Fruet e Osmar Dias deixaram a desejar?
O Fruet teve presença na campanha, gravou para o meu horário de televisão, participou de reuniões. Nós ainda não avaliamos o porquê do nosso resultado em Curitiba. É possível que a presença não tenha sido a que era necessária, mas ele teve presença. Em relação ao Osmar, foi uma absoluta ausência. E acho que isso refletiu muito no posicionamento do partido no estado. Se você me perguntar o sentimento que eu tenho em relação à participação do Osmar na campanha, é de decepção. Não só por conta da minha campanha, mas principalmente pela da presidenta. A presença dele no estado, dando esse depoimento do que foi feito, seria muito importante para que a presidenta tivesse se saído melhor no Paraná.

Osmar costuma falar que não pode fazer campanha devido ao cargo que ocupa, de vice-presidente do Banco do Brasil.
Ele poderia ter tirado uma licença. Foi o que eu tinha sugerido inclusive. Não precisava ser de três meses, mas de 30, 40 dias. É plenamente possível. Não sei se ele consegue agora, no segundo turno, tirando uma licença de 15 dias, reduzir o estrago que foi feito lá, a desconstrução da imagem do PT. Você conversa com certos representantes da agricultura do Paraná e parece que o PT e a presidenta Dilma são os responsáveis por uma situação de insustentabilidade no setor. Quando na realidade estamos bem. E contra isso o Osmar teria sido muito importante.

Mas o que ele falou à sra.?
Falou que estava vendo, avaliando, que ia falar com a presidenta. Não sei avaliar o que motivou. O que eu sei é que decepcionou.

Dilma fez 33% dos votos no Paraná e o Aécio, 49%. Apesar dessa questão de rejeição ao PT, a sra. não poderia ter feito mais votos, no mesmo patamar dela?
Eu e o Requião [que também apoiou Dilma] fizemos juntos 42%. Então, ela é que poderia ter feito cerca de 10 pontos a mais. E como o agronegócio é fundamental para o estado, esse setor foi preponderante para impor uma derrota desse tamanho à presidente. Se eles reconhecessem o que foi feito por nós.

Como a sra. vai ajudar ago­­ra Dilma no 2.º turno?
Vou me dedicar à campanha. Só tirei este último fim de semana para vir a Brasília ficar com meus filhos, passar pelo Senado e encaminhar meu mandato. Vou estar ativa na campanha da Dilma.

Qual é a perspectiva políti­­ca da sra. a partir de agora?
Eu sou senadora, represento o estado e vou continuar trabalhando pelo Paraná. E vou exercer, com muita responsabilidade e firmeza, meu papel de fiscalizar e cobrar do governador reeleito as promessas que ele fez durante a campanha.

45 Comentários

  1. carlos massignan Responder

    me desculpa senadora… mas a senhora perdeu por causa das atitudes do seu partido… acredito que ninguém é estupido pra acreditar que o seu partido seja HONESTO com tantos casos de corrupção… eu to cansado de só ver escandalos na TV, nos JORNAIS, etc… acredito que se tu fosse de outro partido até poderia votar na senhora…

  2. SENADORA PODIA VIM O OSMAR DIAS ETC. O POVO ESTA BRABO COM PT, COMO VOCÊ DISSE, ERA O PT QUE ELES NÃO QUERIAM, ATÉ VOCE PESSOA PODERIA SER,,,,

  3. Doutor Prolegômeno Responder

    Madame está enganada. O povo está com ódio da corrupção, dos desmandos, dos malfeitos, da volta da inflação, do aparelhamento das estatais.

  4. Senhora SenadorA, seu partido está sendo expurgado aos poucos da vida politica brasileira porque caiu a mascara da mentira de sua presidentA, do seu ídollo barbudo e mais de seus discípullos e discípullas em que a sra. está inserida; voces roubaram descaradamente a nação e não tem mais como negar, já foi desvendada essa enganação.
    Adeus, aproveite bem seu mandato senadorA, enquanto o tiver e se tiver deixe de ser como antes, um estrupício para o povo paranaense !!!!!
    AÉCIO – 45

  5. O PT no País está se tornando uma sigla “maldita”. Depois de tanta corrupção e os tais de mal feitos acontecendo nesses 12 (doze) anos o ANTIPETISMO se alastrou em toda a Nação. Depois de tantos insucessos querem o quê? Beijinho no ombro por acaso.

  6. o PT se auto destruiu no Paraná, se fizesse as coisas certas, não teria acontecido isso, não coloque culpa em ninguem e sim em seu partido.

  7. De olho nas notícias! Responder

    Será que os fatos envolvendo a Petrobrás, Mensalão e, mais particularmente, os envolvendo os assessores diretos dessa senhora como o Deputado André Vargas e o colaborador da então ministra Eduardo Gaievski não tiveram nada a ver com essa “desconstrução” de sua pessoa? Aliás, não só a ela, mas à candidata à reeleição também. Pare e pense!

  8. -A estratégia de desqualificar o crime e o autor continua sendo adotada pelo partido.
    -Esta senhora senadora pelo Paraná, perdeu muitos votos dos eleitores, não pelo ódio a qual ela afirma, mas pelos seguintes fatores:
    1)Foi eleita senadora pelo Paraná(a primeira mulher para este cargo, no Paraná) e simplesmente legislou contra os interesses do Estado e da população paranaense, traindo os votos conseguidos. Leia-se os empréstimos pedidos pelo Governo do Paraná e bloqueados e engavetados quando ela era Ministra da Casa Civil. Há diversas reportagens sobre este assunto em inúmeros canais de reportagem.
    2)Sendo Ministra da Casa Civil e membro da alta cúpula do governo e do partido reinante, teve participação direta ou indireta com políticos envolvidos com escândalos: André Vargas e Gaievski. E para tentar desqualificar sua ligação, omitiu tal ligação com os envolvidos.
    3)Tentou enfiar garganta à baixo, projetos do Governo Federal que não atendem às necessidades paranaenses, como por exemplo, a ampliação do ramal ferroviário para Paranaguá com entroncamento partindo de Maracajú/MS, apresentando um trajeto totalmente desvirtuado.
    4)Como membro do partido reinante, não pode se eximir da sua parcela de culpa, envolvendo todos os escândalos noticiados, Mensalão e agora o Petrolão.

    -É no mínimo contraditório, esta senhora afirmar, que não conseguir lograr êxito….será porque então???

  9. Não sabia que MENSALÃO, PETROLÃO, ANDRE VARGAS, GAIEVSKI e OUTRAS FALCATRUAS E MARACUTAIAS tinha mudado de nome

  10. Mas ela queria o que do PT do mensalão, do petrolão, do porto em Cuba, dos aloprados pendurados nas tetas dos órgãos do governo …

  11. Senadora Gleisi a roubalheira na Petrobras também é culpa dos tucanos? Aprendeu com Lula culpar os outros pelos seus erros? O povo do Parana trabalha não vive de bolsa familia, vamos eleger Aécio e mandar para casa esse Governo corrupto que mente, rouba e engana nosso povo ….

  12. a gleisi tem que entender que o pt afundou por causa dos seus erros ,dos desmandos da corrupçao que se instalou dentro do governo , dinheiro na cueca, mensalao abreu e lima petrobras e o pior de tudo o lulinha o filho do lula que em 10 anos saiu do jardim zoologico de sp para uma das maiores fortunas do brasil, entao senadora nao tente encobrir o sol com a peneira, o pt acabou nao vai sobrar nada alias vai sim bastante processo para seus correligionarios como seus amigos anfre vargas e seu secretario acusado de pedofilia.

  13. não acredito que seja por ódio! Ela ocupou um dos cargos mais importantes da República e usou sua influência para prejudicar o Paraná! O fato é esse e só esse! Responsabilidade a quem tem!!!!!

  14. A Senadora está redondamente enganada ao afirmar que o eleitor sente ódio do PT. Ela está generalizando ao atribuir ao partido uma situação que ela mesmo criou. Ao dar as costa para o estado ela perdeu a oportunidade de visibilidade e acabou tendo um mau desempenho nas urnas. Ela tem que repensar há quem foi o ódio. Como em qualquer outro partido, o PT é composto por um grupo de pessoas que pertence a uma comunidade, possuem famílias, correligionários, pessoas de bem e outras nem tanto. O povo não quer mais conviver com um grupo de corruptos que estão inseridos no partido só para levar vantagens. Prejudicaram a economia colocando o Brasil em situação de risco com baixos índices na economia e alta da infração. O povo não vê mais na Dilma a Presidenta que pode colocar o Brasil de volta aos trilhos. A Senadora diz que vai voltar ao Senado para poder fiscalizar o governo e cobrar promessas de campanha. Para fiscalizar o governo já existe a Assembleia Legislativa do Paraná. Ela tem que trabalhar para trazer incentivos fiscais, projetos em educação, saúde e segurança em parceria com o governo do estado e não passar a tramela fechando as portas do governo federal ao estado. Ela que experimente a fazer isso e quem sabe esse ódio não se transforme em apoio futuro. Só ela pode mudar o rumo do seu mau desempenho mostrando-se uma paranaense comprometida com o Paraná. Tente.

  15. carlos troiano Responder

    E o ódio do PT pelos que não concordam com eles, que não rezam pela mesma cartilha, como é que fica, dona Gleisi. Foi o PT quem começou com essa estória de ódio pelos dissonantes de suas idéias e práticas. E o Lula incentivou a luta de classes gerando ódio das classes D e E pela classe média.

  16. Pois é verdade.
    Odeio esses ladrões do dinheiro público
    Odeio esses canalhas enganadores e mentirosos
    Odeio esses oportunistas então,
    Pque não odiar Lula, Dilma e esta quadrilha Petista?

  17. Senadora:
    A S.ra não tem que “fiscalizar e cobrar” do Governador reeleito as promessas de campanha. A S.ra tem que colaborar, trabalhar em Brasília PELO Paraná e não CONTRA nosso Estado. Essa sua insinuação de mágoa, rancor e ódio revanchista não faz bem nem para a S.ra nem para nós paranaenses. Esqueça o resultados das urnas e trabalhe bastante com o espírito aberto.
    Não é onda de ódio ao PT que se espalhou pelo Brasil, e sim a revolta do povo que pensa, contra a arrogância, mentirada, malfeitos e corrupção da cúpula do partido. Isso ficou claro nas manifestações de junho do ano passado. Os desmandos dos governos petistas tem sido denunciados até por alguns bons “cumpanhero” que foram por isso expurgados por essa corja de malfeitores lulopetistas.

  18. Verdade. Como é que uma pessoa se torna a segunda mais importante do Governo Federal, e faz de tudo para prejudicar o seu estado de origem. Se o Governador fosse de algum partido aliado ou mesmo do PT jamais as atitudes seriam iguais.

    Achou que o povo é burro aqui no Paraná? E deixariam escapar a oportunidade de dar o troco nas urnas senadora.

    Senhora Senadora, enfie a carapuça e veja os erros grosseiros que a senhora cometeu. Se existe algum culpado este é a senhora que travestida de boazinha, só prejudicou os outros.

  19. mas porque será que o povo aqui da província odeia o pestismo? Será porque o pestismo nos ferrou todos estes anos? Talvez até 2018 a princesinha tenha entendido a ira dos eleitores.

  20. O problema, senadora e amiga da presidenTA, é que o Osmar Dias pode ser um tremendo vira-casacas; um baita mal agradecido, mas o cara não é bobo, não.
    Se até ele, como um líder do agronegócio, ficou com medo de ficar perto da senhora, fica fácil imaginar, o pânico dos demais empresários do setor, em imaginar o petismo ordinário, decadente, em ritmo de fim de feira, mandando por essas abençoadas terras, que não obstante o o petê, continua produzindo, e muito.
    Já era, senadora. O sonho dos cem anos acabou.

  21. O povo paranaense não aguentava mais e optou pela mudança! Elegeu Richa e Álvaro, novos tempos, alvíssaras!
    De sobra colocou Aécio no segundo turno! Rezemos para que Dilma não ganhe, ou então quatro anos de Paraná a pão e água, migalhas e gotas…

  22. Não se faça de coitadinha Sra.GLEISI, o povo do Paraná é politizado,analisa,e não demoniza o PT,ele conhece o PT.Por isto não vota no PT,ou a senhora não conhece a sua gente ou se faz de sonsa.

  23. clarice franze Responder

    NÃO, NÃO E ÓDIO AO PT. A JUSTIÇA É TARDIA, MAS NÃO FALHA. O POVO BRASILEIRO RESOLVEU REMOVER A VENDA DOS OLHOS , A MORDAÇA, E PRESYAR ATENÇÃO NO PEDIDO DE UM PAÍS QUE ESTÁ SOTERRADO NA LAMA DE ESCÂNDALOS, CORRUPÇÕES E CORRUPTORES, RESOLVEU DAR UM BASTA. ACREDITO QUE DEUS ESCREVA CERTO POR LINHAS TORTAS, SEI QUE ELE VAI ILUMINAR O ELEITOR BRASILEIRO PARA O VOTO CERTO E NÓS VAMOS CONTINUAR AVANÇANDO, AGORA, NO 2ª TURNO COM AÉCIO. TEMOS QUE ACREDITAR NO FUTURO E O FUTURO PEDE MUDANÇAS.

  24. Me desculpa Senadora não é ódio é temor pelo futuro vendo o que você já fizeram no passado e continuam fazendo no presente certo ?

  25. Verdade absoluta ! Saltava aos olhos nos debates como ela era a mais bem preparada , dava de goleada no Velho Requião de Guerra e no “perdido” Beto Richa. Mas nunca votaria nela por ela ser do PT. PTista bom é PTista preso! Opsss… já estão presos !!!

  26. Gleisi, minha fia, talvez você não seja, mas o seu PT sem dúvida é o partido do CAPETA (como bem lembrou na Alep aquele deputado)! Eu lhe pergunto: vocês do PT têm algum limite ou 3% é o padrão? Não é ódio, dona gleisi, é que nosotros não somos TROUXAS a ponto sustentar PARASITAS DO DINHEIRO PÚBLICO indefinidamente!!!!

    P.S.: Ainda lembro daquela “stiquinha” falando com voz melosa: “É a marca da honestidade, é a marca PT”. E dizer que teve um monte de trouxas que acreditaram nessa M…!!!!!!!!!!!!!!!

  27. Além de tudo o que já foi dito, pode-se acrescentar como lembrança, a baixa qualidade pessoal dos representantes do PT no Paraná, na Assembleia Legislativa e na Câmara Federal.

  28. Se o problema é o PT então é simples de resolver. Troque de partido. Vá para o PSDB.

  29. O povo acordou parava corrupção institucionalizada, o aparelhamento das instituições. Imaginem se a maioria soubesse do projeto totalitário do Foro de São Paulo em toda a sua extensão. Aí sim a repulsa viraria ódio, o ódio viraria horror. Muda Brasil! Qualquer coisa é melhor do que mais quatro anos com essa súcia de psicoPaTas.

  30. EREMILDO O IDIOTA Responder

    Nesta entrevista se comprova a anti-politica e despreparada. Onde se viu confessar e admitir que o POVO TEM ODIO DO PT, nas vesperas do segundo turno. Será que a dilmPRONATEC, gostou de saber que até os petistas sabem que o povão esta motivado a enfiar o PT no saco?

    Vai aprender a fazer politica, senão a cumpanherada se encarrega de te esquecer, como os eleitores ja fizeram. Loirinha e burrinha mesmo.

  31. Hipocrisia retumbante…
    O PT deveria fazer uma análise do que pregava e praticava antes de chegar no poder e do que passou a pregar e praticar no PODER.
    É muito cômodo criticar por criticar e/ou por querer fazer parte daquilo que é motivo de nossas criticas.
    Duro é criticar para querer que as coisas mudem. Duro é quando estivermos em condições de corrigir, realmente adotarmos atitudes para corrigi-las.
    Na cultura política brasileira é difícil separar os hipócritas dos não hipócritas.

  32. AQUI NÃO JACARÉ! A PETEZADA AQUI NO PARANÁ NÃO SE CRIA, ESSA PETISTA NÃO TEM VERGONHA TRAVOU OS EMPRESTIMO PARA O PARANÁ, PARA OS INVESTIMENTOS NAS INFRAESTRUTURAS PUBLICAS.
    OS PARANAENSES MOSTROU NA URNA A VERDADE.

  33. Senhora,
    A sua PresidentA é que jogou “lixo” ou seja inverdades sobre a candidata Marina Silva. O povo graças a Deus está tendo memória e apesar do desempenho pífio de seu partido na Educação nesses últimos 12 anos…
    Marisa

  34. Não preciso falar mais nada…. unanime… todos os comentários… atestam a ruindade dos petistas……. mas tem mais uma … A INCOMPET~ENCIA…. ESSA POLAQUINHA FABRICADA OPOR BISTURI( EU A CONHECI ANTES DO FAMOSO BISTURI) ELA .. SEMPRE FOI ACOBERTADA PELOS PETISTAS… PRIMEIRO EMPREGO… NO MATO GROSSO GOVERNO DO PT.. A PEDIDO DO MARIDO QUE ERA DE OUTRA E ELA TOMOU… P.B…. DEPOIS ITIPU… ARRUMADO TAMBEM PELO MARIDO.. E SAMEK… SÓ ASSINAVA… O TRABALHO ERA FEITO POR ECONOMISTAS COMPETENTES… QUER MAIS OU BASTA.

  35. NÀO BEM A VERDADE. A GLEISI ESCONDEU O TEMPO TODO QUE ERA DO PT. ENTÃO O ÓDIO ERA POR ELA TAMBÉM E POR ISSO O BAIXÍSSIMA VOTAÇÃO.

  36. O problema do mentiroso é que de tanto mentir começa a acreditar na própria mentira.

  37. Existem políticos (as) que não sabem o momento exato para sair da
    frente dos eleitores. Só de ouvir a voz ou a “careta” me dá enjôo…

  38. Não sei como suportamos durante estes longos doze anos a presença
    destes malucos (as) do PT no poder. Acho que ficamos anestesiados e
    só percebemos que o paraquedas estava furado quando o chão estava
    aproximando !!!

  39. Ódio não dona Gleisi, isso é uma palavra (e ação) que só existe no vocabulários e procedimento dos petistas. Vocês são incomPeTentes mesmos.

  40. A “narizinha” empinada tem muito topete para indignar-se com o ódio que graça no país contra o PT. Em doze anos de governo PT, era para o Brasil está em paz com a sociedade e com sua economia não fosse a deslavada corrupção, prejudicial ao país, avalizada por esse partido e governo do qual a “narizinha” foi ministra da Casa Civil. Ela não pertence ao PT? A candidatura dela foi apartidária? Logo, ela e todos os candidatos petistas mereceram o repúdio de miríades de brasileiros.
    A “narizinha” tanto quanto a Dilma Rousseff sempre mamaram nas tetas da nação, e jamais tiveram competência para trabalhar na iniciativa privada. A acachapante votação que recebeu, no Paraná, demonstra que muitos daqueles eleitores, que deram o seu voto para o Senado, arrependeram-se.

Comente