Uncategorized

Copel é destaque no Prêmio Nacional da Qualidade

copel zimmer -

A Copel é uma das nove empresas do Brasil reconhecidas na 23ª edição do Prêmio Nacional da Qualidade (PNQ) pela excelência da sua gestão. O anúncio foi feito nesta terça-feira (21), em São Paulo, pela Fundação Nacional da Qualidade. A Copel foi eleita destaque no critério Cliente. “É mais um prêmio nacional que comprova o bom atendimento prestado pela Copel aos paranaenses”, disse o governador Beto Richa.

Neste ano, a Copel já foi eleita a Melhor Distribuidora do Brasil (Prêmio Abradee) e da América Latina (Prêmio Cier). O prêmio PNQ será entregue pela Presidência da República dia 18 de novembro, em Brasília.

A Copel foi a única empresa do Paraná premiada no PNQ. As outras empresas são Embraer (SP), PromonLogicalis (SP), Master Sistemas Automotivos (RS), Coelce (CE), AES Sul (RS), Eletrobrás Eletronorte Tucuruí (PA), Copasa (MG) e Cemar (MA). “O PNQ reconhece as organizações que estão bem preparadas para as mudanças de cenário econômicos e sociais, gerando resultados efetivos, não apenas financeiros, mas também socioambientais”, afirmou o superintendente-geral do Prêmio, Jairo Martins

“O Prêmio Nacional da Qualidade é o mais importante do País na avaliação da gestão das empresas”, disse o presidente da Copel, Lindolfo Zimmer.

A Copel completa 60 anos no dia 26 de outubro e comemora com um investimento recorde de R$ 8 bilhões em quatro anos, com obras de novas usinas de geração, linhas de transmissão, subestações, fibra óptica e melhorias na rede de distribuição de energia elétrica em todas as regiões do Paraná, onde a Copel atende mais de 10 milhões de pessoas.

4 Comentários

  1. Mais esse oportunista Lindolfo Zimmer é o que menos tem responsabilidade sobre o Prêmio.
    ao contrári, vem atrapalhando o desenvolvimento da empresa. É um sujeito mediocre que um dia ocupou a diretoria de marketing na malfadada gestão do Ingo Hubert, aquele que destruiu a Copel.

  2. Vigilante do Portão Responder

    Enquanto isso, a RPC faz de tudo para criticar a empresa.

    No caso da última tempestade, a apresentadora do telejornal, fazendo cara de pastel, dizia:
    Passadas X horas, ainda temos milhares de casas sem energia…

    Nada de mostrar os valorosos Copelianos (e contratados), mesmo sob chuva e correndo riscos, em trabalho frenético para restabelecer a energia.

    Dezenas de árvores caíram, rompendo as linhas.

    O primeiro passo é LOCALIZAR o rompimento;
    Avaliar os danos;
    Esticar os cabos, emendar ou substituir os danificados.

    Depois, energizar a rede e testar o funcionamento.

    Fora os “curtos” em transformadores; Nesse caso, o trabalho é mais demorado.

  3. Confiança no Brasil Responder

    Me pergunto como deve ser esse “Bino Notti”. Ora, ninguém recebe prêmios sistematicamente por 4 anos seguidos por ser ruim. E a empresa é um conjunto, desde suas lideranças até seus colaboradores. O que vemos aí na Copel é um caso de sucesso. Qual é o problema com o que é bem feito? É cada figura que aparece.

Comente