Uncategorized

Apagão está cada dia
mais próximo

0611.apagao

A crise do setor de energia é econômica, mas a partir de agora também envolve o grande risco de apagão. Segundo a Folha de S. Paulo, o Ministério de Minas e Energia aumentou nesta quarta-feira (5) o risco de desabastecimento no ano que vem e fez a possibilidade alcançar o limite tolerável. O jornal informa que, após reunião do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico, o índice referente à região Sudeste/Centro-Oeste foi aumentado de 4,7% para 5%, o que é o máximo que o órgão admite.

Além disso, o jornal ressalta que o ministério emitiu nota oficial em que admite que possa haver “adoção de medidas adicionais àquelas normalmente praticadas, como a estratégia que vem sendo adotada, em 2014, para preservação dos reservatórios”. Não disse, no entanto, que medidas são estas.

Há também alertas sinalizados pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico, conforme noticiado também pela FSP, sobre a possibilidade de haver “cortes seletivos” de luz no verão. A estratégia seria usada para garantir o abastecimento dos grandes centros durante os horários de pico na estação.

O Brasil poderia ter mais energia disponível, mas o atraso de obras no setor fez com que o país tivesse diminuída a expectativa de aumento da oferta do setor. A Agência Nacional de Energia Elétrica reduziu em quase 25% a projeção de energia que deveria ser acrescentada ao parque elétrico brasileiro em 2014 devido às obras empacadas.

4 Comentários

  1. A culpa pelo apagão que vem vindo aí já tem até culpados, são os de sempre, FHC e o seu famigerado neoliberalismo, do Aécio e de São Pedro, que agora virou aliado desta maldita direita . Se não fossem as decididas medidas tomadas pelos governos pestistas, a esta hora já estaríamos sofrendo as consequências dos terríveis apagões, bem ao estilo dos sofridos pelos bonaerenses, a cidade está coalhada de geradores nas portas dos prédios.

Comente