Uncategorized

Tendência de Dilma
é manter apenas
Mercadante e Chioro

De Leandro Mazzini, Coluna da Esplanada, UOL:

A reforma ministerial começou na segunda-feira. Antes de viajar para a Cúpula do G-20 na Austrália, a presidente Dilma teve uma ríspida conversa com o ministro Gilberto Carvalho, da Secretaria-Geral da Presidência, e o demitiu, por críticas a ela numa entrevista no domingo.

Na terça os ministros começaram então a entregar as cartas de demissão pedidas pelo chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante. De acordo com uma fonte palaciana, a tendência da presidente é manter apenas Mercadante e o ministro da Saúde, Arthur Chioro.

A assessoria de Carvalho nega a demissão: ministro avisou que o cargo é da presidente até dia 31 de dezembro. É fato, é o dia que ele provavelmente deixará o governo. A coluna mantém a versão.

Dilma deseja que Miriam Belchior permaneça no Planejamento. Mas ela pediu para sair. Só Lula a convenceria a permanecer. E ele não manda (tanto) mais.

FAZENDA

Já o ex-presidente do BC Henrique Meirelles está a meio passo do ministério da Fazenda. Suas rusgas com Dilma foram aparadas por Lula. A conferir.

Dilma sondou para a Fazenda Luiz Carlos Trabuco, do Bradesco, porque o conhece há anos. Ele foi superintendente do bancão quando ela era secretária do governo gaúcho.

4 Comentários

  1. joão paniagua Responder

    Para se derrubar o sistema é preciso fechar os partidos, prender políticos corruptos, forçar a mudanças das Leis no país, extirpar o sistema eleitoral atual e criar outro sistema de votação mais seguro e eficiente. É preciso prender e destituir Juízes que estão de conluio como crime organizado e com a impunidade. É preciso punir políticos envolvidos com o Foro de SP, é preciso eliminar o marxismo e proibir que propagandas, novelas, programas, filmes e peças teatrais continuem incentivando os golpes, as drogas, o homossexualismo, a traição matrimonial, a pedofilia e a banalidade sexual. É preciso fortalecer as Forças Armadas, as policias, a união familiar, endurecer as leis contra o consumo e o tráfico de drogas, contra a disseminação da prostituição, contra a violência, enfim, é preciso mudar tudo, pois o que está aí só fortalece a criminalidade, a violência e a destruição. Esse sistema corrompe, mente, manipula e engana e vai continuar funcionando se nada for feito.
    O povo precisa se conscientizar que são peças de uma extensa manobra, que foram enganados, que estão sendo destruídos, manipulados e roubados. É preciso que o povo lote as ruas, que avance contra o governo, que use a democracia verdadeira para pedir o fim da ditadura na imprensa, que forcem e exijam que a imprensa e os meios de comunicação revelem o Foro de SP, as farsas e os golpes desta esquerda maldita. É preciso pressionar, esmagar, avançar, forçar, mostrar ao governo a sensação do medo, da violência e da força do povo. É preciso que todos estejam unidos, que aqueles que têm o entendimento, conscientizem á todos aqueles que estão desinformados sobre o que está havendo no país. Percam o medo, falem com as pessoas, com a empregada, com os amigos, vizinhos patrões e empregados. Espalhem, se unam e partam para cima do governo com apenas um objetivo. Derrubar o sistema.
    Vamos ocupar as ruas todos os dias, vamos nos organizar, nos unir. Nós somos parte total desta Nação, nós construímos este país com o nosso suor, com nossos sacrifícios. Vamos lutar, persuadir, pressionar e lutar todos os dias, até que o sistema seja eliminado, até que o poder seja quebrado e até que o último corrupto e o último traidor da pátria caia do poder.

  2. Parreiras Rodrigues Responder

    E ontem, na Globo News, Mercadante mostrando prá Miriam Leitão um país que, se existisse, faria inveja ao Eden.

Comente