Uncategorized

Bovespa opera em queda após Petrobras adiar divulgação de balanço

Do G1:

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) opera em queda nesta sexta-feira (14), com investidores avaliando a decisão da Petrobras, na véspera, de adiar a divulgação do balanço da companhia referente ao terceiro trimestre, que era esperado para a noite desta sexta.

Por volta das 11h50, o Ibovespa, principal indicador da bolsa paulista, caía 1,74%, a 50.939 pontos.

As ações da Petrobras – que tiveram o início de seus negócios adiado em mais de uma hora – operavam em queda de 4,49% por volta do mesmo horário. Mais cedo, as ações passaram a cair quase 5%.

No mercado de câmbio, as incertezas sobre o futuro da política econômica no próximo mandato da presidente Dilma Rousseff faz o dólar operar em alta pelo quarto dia seguido, ultrapassando a barreira dos R$ 2,60.

Na noite de quinta-feira, a Petrobras informou que não irá apresentar as demonstrações contábeis do terceiro trimestre de 2014 com o relatório de revisão dos seus auditores externos, PricewaterhouseCoopers (PwC) no prazo previsto pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Em comunicado enviado à CVM, a estatal afirma que “a companhia não está pronta para divulgar as demonstrações contábeis referentes ao terceiro trimestre de 2014 nesta data”. A empresa informou que estima apresentar, no dia 12 de dezembro, informações contábeis relativas ao terceiro trimestre de 2014 ainda não revisadas pelos auditores externos, “refletindo a sua situação patrimonial à luz dos fatos conhecidos até essa data”.

A decisão de adiar a divulgação do balanço é motivada pelas investigações da Operação Lava Jato. Segundo a empresa, se as denúncias de desvios de Paulo Roberto Costa forem consideradas “verdadeiras”, “podem impactar potencialmente as demonstrações contábeis da companhia”.

Também na quinta-feira, a Bovespa fechou em queda de 2,14%, a 51.846 pontos. Foi a maior queda diária desde o dia 29 de outubro, quando a bolsa despencou 2,45%.

3 Comentários

  1. Doutor Prolegômeno Responder

    A auditoria independente não vai chancelar nada. Eles não são bobos e não vão meter a mão em cumbuca. Quero ver como vai ser. O que fará a CVM? E o prejuízo dos minoritários, quem vai reclamar? Talvez a SEC (CVM dos EUA) resolva o assunto, aplicando uma multa bilionária. Temos que confiar nas instituições dos EUA, porque no Brasil…

  2. Vigilante do Portão Responder

    A Petrobras está no FUNDO do POÇO.

    Enquanto isso,

    A Presidente da Empresa, Da. Graça, está desaparecida.

    Dilma, viajando.

    Lula, mudo e escondido.

    O Pais está desmoronando,

  3. Ezequiel Barbosa Responder

    Isso é um absurdo para nosso País, como que vai ficar as pessoas lesada por acreditar na empresa petrobrás e aplicou seus dinheirinhos para ter um rendimento melhor que a poupança hoje esta no fundo do poço, e o caso do FGTS , quem vai arcar com isso?

Comente